Congelamento

A fruta e os vegetais são saborosos e saudáveis, mas eles são delicados. Por esta razão não deve deixar ao acaso o rigoroso controle da temperatura e o manuseio de produto suave nas linhas de processamento de refrigeração ou congelamento destes gêneros alimentícios sensíveis. A GEA garante que os seus alimentos ficarão no topo da lista de compras dos consumidores e que não deixarão nenhum amargo de boca. Apesar de tudo, a eficiência energética e os refrigerantes ambientalmente amigáveis são nossa prioridade absoluta. São os alimentos congelados que tornam tão fácil uma alimentação saudável e de grande variedade – sem necessidade de conhecimentos especializados, planos nutricionais sofisticados ou calendários da estação. Quer se trate de ervilhas crocantes no verão ou esplendorosas framboesas vermelhas no inverno: o consumidor tem à disposição, durante todo o ano, uma tentadora variedade de frutas e vegetais que mantêm seu frescor, cor, sabor, forma e conteúdo de vitaminas. Além disso, os alimentos congelados tornam mais fácil ao crescente número de pessoas com alergias e intolerâncias alimentares ajustar a dieta a suas necessidades pessoais. Os nutricionistas podem recomendar energicamente alimentos congelados. Inúmeros estudos têm comprovado, desde há muitos anos, que os vegetais devidamente congelados são, não somente equivalentes a seus congêneres frescos como em relação ao conteúdo vitamínico: foi comprovado mesmo que os vegetais congelados são superiores aos alimentos que ficam durantes dias em geladeiras ou que tenham estado em trânsito por longos períodos. Os produtos congelados são também produtos higienicamente perfeitos para o consumidor, uma vez que os microrganismos, como as bactérias, necessitam temperaturas superiores a zero para crescer e proliferar.

Congelados rapidamente de maneira individual para preservarem o frescor, a forma e o sabor

Freezer raspberries

Nos tempos modernos, a maioria das pessoas não tem tempo, nem energia para passear pelos mercados de agricultores locais, avaliando cuidadosamente a mercadoria exposta. Regra geral, corremos pelo supermercado para chegar em casa a horas. Não é de admirar que alimentos de conveniência, como os produtos congelados, estejam ganhando popularidade. Os consumidores gostam especialmente de pegar vegetais congelados: seus freezers domésticos estão cheios de ervilhas, feijão, couve-flor e outros vegetais. Os vegetais congelados não precisam ser limpos ou cortados. Mas, além da conveniência, esses produtos congelados oferecem qualidade superior e grande conteúdo de vitaminas. Além disso, não poderia ser mais fácil estocá-los para os próximos dias e semanas. Os produtos congelados também podem ser facilmente divididos em porções, para pequenos ou grandes apetites. Isso também ajuda a gerenciar racionalmente os alimentos e evitar desperdícios. Para garantir que o cliente possa desfrutar de todos esses benefícios, os vegetais devem ficar soltos, como “mercadorias a granel” em suas embalagens e todos juntos. Para esse fim, os túneis de “CRI” (congelamento rápido individual) da GEA são eficazes para todos os tipos de vegetais e ervas. Uma agitação suave dos produtos junto com uma transferência de calor eficiente são os elementos-chave para garantir a qualidade dos produtos ao longo de todo o processo de resfriamento e congelamento. Por exemplo, nosso cliente Bonduelle de Estrées, França, conta com as caraterísticas de "individualização" do processo "CRI". A Bonduelle congela e processa 35 mil toneladas métricas de vegetais - em cada hora. Nessa fábrica, a GEA equipou três salas de máquinas autônomas, cada uma das quais com quatro compressores de parafuso de alto-desempenho, incluindo economizadores. A fábrica tem também um freezer “CRI” (10 t/h), bem como três freezers (túneis) espiral ( cada um com 2,5 t/h) - todos da GEA. Os freezers espiral transportam os produtos em uma interminável esteira transportadora através de vários níveis, de baixo para cima. Estes freezers valem literalmente seu peso quando os produtos são relativamente pesados ou mesmo embalados. Uma vantagem fundamental desta técnica: uma grande produção com dimensões reduzidas.

Criação de crosta antes do congelamento de frutas delicadas

Comprar fruta fresca é um processo exigente mesmo para compradores experientes. Uma casca linda e brilhante mascara um fruto insípido e pouco aromático. Às vezes a fruta demasiado madura é vítima das moscas-da-frutas Na próxima vez que vamos às compras, sentimo-nos mais seguros escolhendo fruta verde para a deixar amadurecer em casa. Mas depois descobrimos que, em casa, a fruta passa de verde a podre. Desencorajados por uma experiências destas, mais e mais clientes compram produtos congelados nos supermercados - e não estão decepcionados. O congelamento avançado torna isso possível. Os fabricantes lavam, cortam e descaroçam a fruta e congelam-na no estádio de amadurecimento "perfeito para comer". A refrigeração interrompe o metabolismo, o fruto não amadurece e o cliente pode apreciar o sabor delicioso que foi preservado, sem problemas ou tédio. Os sistemas de congelamento da GAE são projetados parar agradar ao palato, mas não só: o cliente pode contar com a preservação dos “valores intrínsecos” como as vitaminas. Por exemplo, no caso das populares bagas, são principalmente os efeitos antioxidantes que protegem os tecidos humanos de danos - efeitos não prejudicados pelo congelamento industrial. Naturalmente o congelamento tem lugar sob rigorosa observância das normas pertinentes de higiene alimentar e de bebidas.

Como com as ervilhas e outros vegetais, a qualidade do "CRI" é fundamental. É essencialmente a ênfase no "CRI" que garante que os produtos entrem no mercado como itens a granel de primeira-classe e que o consumidor possa comprar quantidades individuais e até bagas individuais. A criação de crosta antes do congelamento é altamente eficaz para a fruta. Produtos muito delicados, como as framboesas, são congelados em duas etapas. Nas framboesas é criada a crosta em um freezer (túnel) impingement (direcionamento de ar) seguido por um congelamento final. Este processo acontece a alta velocidade, com jatos de ar superiores e inferiores para rápida transferência de calor e sem que o produto se mova na esteira transportadora. Apenas pequeníssimos cristais de gelo se formam no interior do produto. Quando a fruta descongela, a sua estrutura celular permanece consideravelmente íntegra, pelo que mesmo os frutos com estrutura delicada e elevado teor de água mantêm a sua forma e consistência. Além disso, essa solução - recentemente desenvolvida pela GEA - oferece uma economia de energia significativa comparativamente aos tradicionais sistemas criogênicos. Preserva realmente a cor, o sabor, a forma e o valor nutritivo destes frutos frágeis. O processo de criação de crostas e congelamento é aplicável à maioria dos produtos da família das bagas.