Remoção de óleo de água produzida - Tratamento confiável para a proteção do meio ambiente

Quantidades consideráveis de água dos poços de petróleo são obtidas como subproduto dos processos de produção de petróleo e gás. Para proteger o meio ambiente e também a formação, essa água deve ser tratada. Se não for tratada, não poderá ser descartada diretamente no mar, nem poderá ser usada para fins de reinjeção para reforçar a pressão do poço de petróleo. O objetivo é tratar a formação de tal maneira que nenhum traço perigoso de óleo e de sólidos não dissolvidos possam chegar ao meio ambiente ou na formação com a água. A GEA atende a este processo com sistemas de tratamento que operam de forma confiável e rentável em embarcações e plataformas de perfuração ou em terra.

Protege o poço de petróleo e o meio ambiente

No processo de produção de petróleo, a água deve ser injetada continuamente nos poços enquanto o processo de exploração do poço segue e as pressões associadas caem. A água, se não for tratada corretamente, poderá obstruir os poros do poço de exploração e, assim, literalmente "mata-lo". As centrífugas da GEA oferecem a melhor solução para garantir a remoção do óleo de forma eficiente da água e a separação simultânea das partículas extremamente finas. Isto assegura rendimentos constantemente altos, uma operação longa e segura do campo petrolífero. Como as centrífugas têm um sistema patenteado automático de remoção de lodo(autolimpante) operam de modo contínuo, o que significa que a produção não precisa ser interrompida. Ao mesmo tempo, os custos de descarte da borra são reduzidos ao mínimo.

Conteúdo residual máximo de óleo, 5 ppm

Os sistemas de processamento da GEA para remoção do óleo da água produzida separam as substâncias indesejáveis, e assim atendem a regulamentações extremamente rigorosas, com a máxima segurança para o operador e ao meio ambiente. É possível obter confiavelmente um conteúdo de óleo residual máximo de 5 ppm, como especificado pela IMO (Organização Marítima Internacional) para algumas regiões.

Adequadas para uso offshore e onshore

A característica principal de nossas instalações de processamento são as centrífugas de disco autolimpantes, usadas no mundo inteiro em numerosas embarcações e plataformas de perfuração, onde operam de forma convincente, com desempenho eficiente e estável. Com acionamento direto e o fato de não serem afetadas pelo movimento das embarcações, são ideais para operações offshore, mas também podem ser usadas em aplicações onshore. Dependendo dos requisitos específicos, nossas máquinas também estão disponíveis em versões gas-tight e a prova de explosão para instalação em áreas classificadas.

Redução de custos operacionais e de descarte

Os sistemas de processamento da GEA não só proporcionam um método confiável e particularmente ambientalmente seguro de remoção do óleo da água produzida no processo de produção de petróleo, como também oferecem a seus usuários enormes benefícios econômicos. Além dos custos reduzidos de descarte, o projeto de nossas máquinas, que são compactas e consomem pouca energia contribuem significativamente para reduzir os custos operacionais.