Recuperação de finos catalíticos dos resíduos de óleo

Para que o petróleo bruto seja usado como combustível, primeiro deve passar por processos especiais de refino. Um exemplo de tal processo é a destilação com catalizadores. Na separação subsequente dos finos catalíticos, as centrífugas da GEA executam um excelente trabalho e oferecem a nossos clientes significativo custo benefício.

Efeito duplicado: proteção do motor e reciclagem dos finos catalíticos

Os finos catalíticos são catalizadores, compostos geralmente de alumínio e silicone, usados no processamento do petróleo na produção de gasolina e de outros combustíveis. São usados no craqueamento catalítico, no qual as moléculas grandes de hidrocarbonetos de alto ponto de ebulição são divididas em várias moléculas com ponto de ebulição mais baixo. Como os finos catalíticos são extremamente abrasivos, devem ser removidos dos resíduos do óleo após o processo de refinação. Se não forem tratados dessa maneira, poderão causar danos graves ao motor.

Os decanters e as centrífugas da GEA demonstram eficiência e eficácia na recuperação de finos catalíticos. Há uma ampla gama de benefícios ao cliente: a separação eficiente dos catalíticos resulta em uma maior qualidade dos produtos finais, o que significa que se pode obter melhores preços no mercado. Além disso, os finos catalíticos recuperados podem ser reciclados e reutilizados diretamente no processo catalítico novamente.

Zonas de alta severidade de uso, de baixa temperaturas e classificadas (ex-zones): centrífugas de alta velocidade da GEA

Para materiais, vedações ou lubrificação: As centrífugas da GEA atendem aos requisitos estruturais de operação quente de maneira ótima e, assim, são perfeitas para utilização em altas temperaturas. Como resultado de seu projeto resistente ao desgaste e proteção contra explosão, também garantem a máxima segurança com a máxima disponibilidade.