Dessalinização da água do mar e tratamento de lodo eficiente e econômico

Com o crescimento da população mundial e o aumento resultante na demanda por água doce para comunidades, agricultura e indústria, houve um aumento correspondente nos desafios de atender à demanda global por água com tecnologias inovadoras. Isso ocorre porque, enquanto a demanda por água doce aumenta, há um declínio correspondente na sua disponibilidade e, não só a mudança climática, como também a contaminação ambiental, estão agravando ainda mais a crise de água por todo o mundo. Portanto, a tendência está cada vez mais se movendo na direção de recuperar a água potável a partir da água salgada. A GEA está colaborando com esse desenvolvimento com poderosos decantadores que permitem que os procedimentos para dessalinização da água do mar sejam projetados com eficiência econômica e ecológica.

Header Blue Sea

Os três processos de dessalinização mais importantes da água do mar são:

  • RO       – Osmose reversa (processo de membrana)
  • MED    – Destilação com efeitos múltiplos
  • MSF     – Destilação Flash de Múltiplo Estágio

Evaporadores são utilizados em processos MED e MSF. Eles operam sob vácuo para atingir a melhor taxa de desempenho. Em todos os casos, o vácuo é criado com o uso de bombas de vácuo e ejetores de vapor. Juntamente com os condensadores correspondentes, essas bombas de vácuo são parte integrante da estação de evaporação e, portanto, estão se tornando um foco crescente de atenção. 

A osmose reversa é um dos métodos mais comuns para a dessalinização da água do mar. Para remover as substâncias insolúveis na água do mar, uma unidade de flutuação ou ultrafiltração é geralmente instalada a montante nas instalações de processamento. Isso resulta em lodo sedimentado e água de circulação inversa, que precisam ser eliminados como resultado da contaminação orgânica. 

O lodo com volume reduzido reduz os custos de transporte e eliminação

O uso de decantadores da GEA permite uma redução eficaz nos custos de transporte e eliminação, pois essas máquinas separam com segurança o lodo em sólidos e água reutilizável. Graças à alta capacidade de remoção de água, eles são capazes de concentrar os sólidos até 25% de matéria seca, o que resulta em uma redução considerável no volume e, portanto, em menores custos de descarte.

Máxima confiabilidade graças ao design robusto

;

Para evitar a corrosão, mesmo no caso de um teor extremamente elevado de cloreto na água do mar, usamos somente materiais de alta qualidade para o design dos nossos decantadores. Portanto, todos os componentes que entram em contato com o produto são geralmente feitos de aço duplex/super duplex e apresentam o máximo de confiabilidade.

  • Decantador para a concentração de sedimentos e a filtração da água de circulação inversa
  • Redução no consumo de água
  • Sólidos de volume reduzido com alto teor de matéria seca
  • Custos reduzidos de transporte e descarte
  • Design robusto devido ao uso de materiais resistentes à corrosão