Tratamento de lodo de tinta

A tinta é aplicada em muitas áreas da indústria por vários motivos, e não só para melhorar o aspecto visual. Proteção contra corrosão e melhores qualidades de superfície também são muito importantes. Em geral, águas residuais não ocorrem durante a fabricação de tintas, já que os sistemas são fechados à entrada de água. No entanto, águas residuais podem ocorrer em processos periféricos, por exemplo, na limpeza de materiais de embalagem, na mistura de tanques e em tanques de preparação de corantes.

Redução considerável dos custos de eliminação

O lodo de tinta contém resinas dispersas de vinil e acrilato, derivados de celulose dissolvidos, juntamente com resíduos de pigmentos e agentes de preenchimento, solventes, traços de ácidos ou lixívia decorrentes do ajuste do valor do pH, além de resíduos de agentes conservantes. Os Decanteres GEA demonstram seu desempenho e sua eficiência no tratamento desse lodo.

O uso de Decanteres pode reduzir consideravelmente os custos de eliminação. O lodo obtido em oficinas de pintura é guardado em uma instalação de armazenamento e, em seguida, bombeado para o Decanter. A descarga de sólidos é descartada ou reciclada; o estado clareado é reciclado de volta ao processo, reduzindo os custos de eliminação de águas residuais e o consumo de água tratada municipal. Hoje em dia, tintas à base de água favoráveis ao meio ambiente são utilizadas especificamente nas indústrias de aviação e automotiva, bem como em muitas outras áreas da indústria. Os Decanteres GEA separam resíduos de tinta da água e garante que ela possa ser reutilizada.