Unidade de padronização do Standomat da GEA para gordura do creme ou gordura do leite

Calcule seu lucro extra!

O Standomat MC Plus da GEA está equipado com controles de extrema precisão para permitir que você obtenha mais creme do seu processo de padronização do leite.

Sistema de controle

Em todos os modelos, o teor de gordura do creme é determinado através da medição da densidade em um medidor de vazão mássico. O controle da gordura do creme é efetuado pela variação do caudal de creme. Os procedimentos de controle adaptados às diferentes condições operacionais (partida, produção, descarga no recipiente, desligamento) têm em conta os requisitos específicos do separador. 

Como ele funciona?

Para padronizar, uma parte do caudal de creme é controlada por meio de um medidor de vazão mássico e dosada de volta para o leite desnatado. Os componentes de controle para a contrapressão do leite desnatado estão integrados na unidade base Standomat da GEA. Para todas as aplicações de leite, o caudal de alimentação para o separador é totalmente controlado e monitorado.

O que é padronização?

Se tiver que ser produzido um leite com um teor de matéria gorda definido ao invés de leite desnatado, uma certa parte do creme tem que ser dosada de volta para o leite desnatado. Este procedimento é chamado de padronização. Além do controle do teor de gordura do creme ou do leite, as unidades podem também oferecer uma dosagem proporcional de aditivos. Os separadores que promovem o desnate dividem o leite integral que entra em leite desnatado e creme (nata).

Unidade de padronização Standomat da GEA para leite e soro de leite

 

Calcule seu lucro extra! Veja o que nossa tecnologia Standomat MC plus da GEA pode fazer pela rentabilidade da sua produção em uma base anual.

Preços atuais da gordura de leite:

www.globaldairytrade.info/en/product-results/anhydrous-milk-fat/

www.milchwirtschaft.de/markt-und-statistik/notierung/  

*Os cálculos e preços são fornecidos apenas para informação e não obrigam a qualquer garantia

Localizador de Soluções

Standomat WC da GEA

Standomat WC

Este modelo está projetado especialmente para o controle do creme no soro de leite. As secções transversais estão adaptadas a um caudal de creme muito pequeno na desnatação do soro de leite. Uma recirculação parcial do creme para o caudal de alimentação reduz o tempo de resposta e permite uma reação rápida em diferentes caudais de alimentação e flutuação do conteúdo de gordura do soro de leite cru.

Standomat C da GEA

Standomat C

Permite um controle preciso do teor de gordura do creme na variação dos caudais de alimentação. A produção se limita ao creme e leite desnatado.

Standomat MC da GEA

Standomat MC

Projetado para padronização e controle da gordura do creme. Ele produz creme, leite desnatado, leite padronizado e leite integral.

Standomat MC plus da GEA

Standomat MC plus

Desenvolvido para padronização e controle da gordura do creme. Ele produz creme, leite desnatado, leite padronizado e leite integral em um nível excelente de precisão. Em combinação com a última geração do IO da GEA, que garante uma operação segura e confiável para maximizar o desempenho e a disponibilidade da centrífuga, uma calibragem melhorada torna o processo de padronização muito mais preciso e insensível à resistência.

Standomat MCL da GEA

Standomat MCL

Além das características do Standomat MC da GEA, este modelo permite a produção de < 28% de creme com baixo teor de gordura, ou seja 10% de creme para café. Esta unidade permite a produção de creme, creme com baixo teor de gordura, leite desnatado, leite padronizado e leite integral.

Standomat MCFD da GEA

Standomat MCFD

Especialmente projetado para padronização do leite de queijo, leite condensado e leite em pó. Além das características do Standomat MC da GEA, a gordura do leite pode ser controlada em relação à matéria seca. Pode produzir creme, leite desnatado, leite padronizado de acordo com a % de massa ou gordura na matéria seca e leite integral.

Standomat MCA da GEA

Standomat MCA

Além do Standomat MC da GEA, está incluída a dosagem de um componente líquido adicional, como creme, concentrado de proteína, concentrado de lactose ou solução de vitamina. Isto permite a produção de creme, leite desnatado enriquecido, leite padronizado enriquecido e leite integral enriquecido.

Standomat MCLA da GEA

Standomat MCLA

Esta versão se baseia no modelo MCL. Adicionalmente, é possível fazer a dosagem na proporção correspondente e a mistura completa de componentes adicionais.

Standomat CMC da GEA

Standomat CMC

No processamento de leite frio, este modelo regula adicionalmente o teor de gordura do leite (padronização). Por esse meio é possível produzir creme, leite desnatado, leite padronizado e leite integral.

 

Modelos

Dependendo da aplicação e da tarefa de controle, nossos clientes podem escolher entre diferentes modelos Standomat

  • Standomat WC
    controle da gordura do creme de soro
  • Standomat C
    controle da gordura do creme
  • Standomat CB
    controle de gordura do creme + retorno à mistura completa (leite integral)
  • Standomat MC controle da gordura do creme + controle da gordura do leite
  • Standomat MCL
    controle da gordura do creme + creme com baixo teor de gordura < 28% + controle da gordura do leite
  • Standomat MCFD
    controle da gordura do creme + gordura em controle de matéria seca para o leite destinado à produção de queijo
  • Standomat MCFP
    controle da gordura do creme + gordura para controle do teor de proteína do leite
  • Standomat MCA
    controle da gordura do creme + controle da gordura do leite + dosagem de aditivo
  • Standomat MCLA
    creme com ajuste do teor de gordura (também < 28%) + leite com ajuste do teor de gordura + dosagem de aditivo
  • standomat CMC
    creme com ajuste do teor de gordura + leite com ajuste do teor de gordura

As versões acima mencionadas descrevem somente algumas das possibilidades disponíveis. Para determinadas aplicações, a GEA oferece soluções customizadas para as necessidades do cliente.

Dados técnicos do Standomat da GEA

WCCMCMC plusMCLMCFDMCAMCLACMC
Capacidade mín.5.000 l/h5.000 l/h5.000 l/h5.000 l/h5.000 l/h5.000 l/h5.000 l/h5.000 l/h20.000 l/h
máx.60.000 l/h70.000 l/h70.000 l/h70.000 l/h70.000 l/h70.000 l/h70.000 l/h70.000 l/h50.000 l/h
Dimensões em mm(C x L x A)(montagem no local)(montagem no local)aprox. 1500 x 1100 x 2050aprox. 1500 x 1100 x 2050aprox. 1500 x 1100 x 2050aprox. 1500 x 1100 x 2050aprox. 1500 x 1100 x 2050aprox. 1500 x 1100 x 2050aprox. 1500 x 1100 x 2050
Teor de gordura no creme
Gordura no creme < 28%---
--
-
leite integral-






Padronização do leite-
• • • • • • 
Padronização
Gordura na matéria seca
----
---
Dosagem de aditivo------

Gordura no creme mín.15%25%25%25%10%25%25%10%25%
máx.30%45%45%45%45%45%45%45%45%
Padron. de gordura mín.--0,5%0,5%0,5%0,5%0,5%0,5%0,5%
máx.Leite integral -0,2%Leite integral -0,2%Leite integral -0,2%Leite integral -0,2%Leite integral -0,2%Leite integral -0,2%Leite integral -0,2%
Aditivo mín.------0,5%*0,5%*-
máx.5,0%*5,0%*
*de caudal de alimentação/•padrão incluído

Processo de padronização do leite

Procedimento com o leite aquecido

Um alto desempenho do sistema de controle requer uma operação estacionária do sistema em condições de processamento contínuo. O sistema é calibrado de acordo com testes de laboratório, o que pode ser feito por diferentes métodos analíticos. Assim, qualquer verificação tem que ser efetuada usando os mesmos métodos. A exatidão destes diferentes métodos tem que ser levada em consideração durante a interpretação dos resultados. 

O teor máximo de gordura para a padronização é 0,2% abaixo do teor de gordura do leite integral que entra. O desvio do ponto de ajuste para o controle de gordura do creme é de +/- 0,2 %. Para a padronização do leite, este desvio está on-line 0,05% logo após a unidade de controle e 0,025 % após um tanque de reserva.

Procedimento com o leite frio

A padronização do leite frio, torna particularmente possível um teor de gordura no leite de 0,5 - 4,2%, onde o teor de leite cru deve ser de pelo menos 0,2% acima do teor da gordura do leite padronizada. O desvio padrão é cerca de +/- 0,04%. O creme pode ser padronizado até a um teor de gordura máximo de 40%. O desvio de controle aqui é +/- 0,4%.

Homogeneização parcial

Homogeneizador Série Ariete

Os modelos MC, MCL, MCFD e MCA podem ser preparado para a homogeneização parcial do leite integral ou padronizado. Com isto, pode ser obtido um bom efeito de homogeneização com um homogeneizador de 1/3 da capacidade total.

limpeza

A limpeza automática do Standomat da GEA é efetivada pela CIP do separador. Opcionalmente, podem ser integradas na unidade válvulas de conexão para uma CIP separada do restante da linha de creme. Em todo caso, a linha de dosagem do aditivo do standomatMCA é limpa num ciclo separado.

 

Unidade compacta

Os modelos WC e C não exigem um rack, os componentes individuais têm que ser montados no local, nas linhas de conexão do separador. Os modelos CB, MC, MCL, MCFD e MCA são pré-montados como uma unidade compacta em um rack de aço inoxidável. O gabinete de controle e o box solenoide são montados no rack. Todas as conexões elétricas e pneumáticas internas estão instaladas. Cada unidade é testada antes do despacho.

Controles

Tela de operação IO GEA

O IOda GEAé a nova geração de painéis de controle para todas as aplicações de separadores e decantadores da GEA, centrada num manuseio intuitivo, processos eficientes e operação confiável.

Funções de controle

A navegação lógica sem informações redundantes permite umaoperação fácil para o usuário e o monitoramento seguro de todas as funções da centrífuga. O IO da GEApode ser operado como um controlador individual ou via comunicação bus opcional.

Supervisão da máquina

Todos os dados necessários são continuamente monitorados e avaliadosno background pelo sistema. O IO daGEAfornece informações confiáveis de modo contínuo (por ex: velocidade, temperatura, vibração, etc.), permitindo que o operador da planta tome as medidasquando necessárias.

Monitoramento e controle dostandomat da GEA

Todas as funções necessárias para uma padronização confiável e precisa, tais como medição da densidade, medição do caudal, dosagem, etc. são monitoradas e controladas precisamente pelo IO da GEA.

Assistência ao IOda GEA

Uma inovação do novo sistema de controleIO da GEA é a facilidade de orientação do  usuário. Sistemas de assistência baseados na simplicidade e usabilidadejá estão integrados ou estão disponíveis como opção.