Linha de válvulas D-tec® Double-chamber Valves D-tec® D/DV

As válvulas de câmara dupla D-tec® são usadas para corte antimistura de produtos incompatíveis nas junções do tubo. As válvulas são ideais para aplicações UltraClean, mas também podem ser operadas de forma asséptica.

Os diafragma da haste D-tec® são usados para vedar hermeticamente a área do produto contra contaminação externa. A barreira de vapor integrada (ISB) permite a separação segura das linhas de produtos com um meio estéril e pode ser protegida com segurança da atmosfera através de duas válvulas laterais integradas.

Componentes principais

Carcaça
As carcaças para as válvulas de câmara dupla D-tec® estão disponíveis com três ou quatro portas de conexão. As válvulas são produzidas com conexões de junção soldada padrão próprias para solda orbital por padrão. Sob pedido, estão disponíveis tamanhos de portas de conexão mistos, bem como várias conexões com tubo.

Montagem interna
O diafragma da haste D-tec® com estanqueidade hermética é o elemento chave de qualquer válvula D-tec®. É caracterizado por uma vida útil muito longa, alta estabilidade dimensional com resiliência de temperatura e facilidade de limpeza. A montagem interna de uma válvula de câmara dupla D-tec® inclui dois vedantes no assento da válvula por padrão, que podem ser equipados com materiais para estanqueidade macia (ou seja, EPDM) ou estanqueidade rígida (ouro TEFASEP®). O assento da válvula inferior corresponde à largura nominal da válvula.
 
Atuador
A válvula principal é equipada com dois atuadores por padrão. O atuador principal é usado para mover a válvula da sua posição normalmente fechada à prova de falhas para a posição totalmente aberta, aplicando ar pressurizado na distribuição interna de ar. O atuador de elevação, por outro lado, é usado para levantar os dois assentos de válvulas da válvula principal de forma independente durante a CIP ou SIP.
 
Lanterna
A lanterna conecta o atuador de elevação e as partes em contato com o produto e simultaneamente evita que o sistema transfira o calor entre essas duas seções da válvula. A lanterna possui uma importante função de suporte e fixação para o diafragma da haste D-tec® superior e está projetada para uma detecção visual segura e fácil de vazamentos.
 
Válvulas laterais
A câmara estéril inclui uma válvula de entrada e uma de saída por padrão. A posição de segurança (NC ou NO) de ambas as válvulas laterais pode ser escolhida independentemente uma da outra. A saída pode ser equipada com sonda de temperatura integrada que permite a medição da temperatura na câmara estéril. Além disso, a saída pode ser configurada com uma válvula de desvio para aplicar diretamente um meio estéril também no lado de drenagem da válvula.
 
Unidades de feedback
As válvulas de câmara dupla D-tec® podem ser equipadas tanto com unidades de feedback abertas ou com partes superiores de controle T.VIS® por padrão. O grau de automação na válvula pode ser adaptado às necessidades do cliente por meio de um, dois ou três partes superiores de controle independentes.

 

Dados técnicos da execução padrão - estanqueidade suave

ItemTamanho
Válvula de pressão nominal6 bar
Pressão de fechamento6 bar
Pressão do ar de controle6 bar
Elemento de estanqueidade herméticaDiafragmas D-tec®
Material do vedante do assento da válvulaEPDM
Qualidade de superfície na área de produtosRa ≤ 0.8
Qualidade do material na área de produtosAISI 316L
Temperatura máx. de operação+ 135°C
Temperatura máx. de esterilização+ 150° por 30 min

Dados técnicos da execução padrão - estanqueidade forte

ItemTamanho
Válvula de pressão nominal6 bar
Pressão de fechamento6 bar
Pressão do ar de controle6 bar
Elemento de estanqueidade herméticaDiafragma D-tec®
Material do vedante do assento da válvulaOuro TEFASEP®
Qualidade de superfície na área de produtosRa ≤ 0.8
Qualidade do material na área de produtosAISI 316L
Temperatura máx. de operação+ 150°C
Temperatura máx. de esterilização+ 160° por 30 min

Tecnologia de válvulas D-tec®

As válvulas de diafragma com haste D-tec® se caracterizam por uma maior proteção de segurança contra contaminação do ambiente, garantindo assim a estabilidade microbiana do produto ao longo de todo o processamento. Embora as válvulas D-tec® sejam fundamentalmente adequadas para processamentos assépticos, vemos o foco principal com essas linhas de válvulas em aplicações UltraClean na indústria de alimentos, bebidas e laticínios.

Graças à estanqueidade hermética, as válvulas de diafragma com haste D-tec® contribuem para maior qualidade do produto e maior vida útil do produto, como é frequentemente exigido nas aplicações UltraClean. A inovadora conexão entre a haste da válvula e o diafragma da haste minimiza a tensão mecânica do diafragma durante as operações de comutação. O diafragma de haste da D-tec® estabelece padrões para a vida útil em resiliência de temperatura e capacidade de limpeza comprovadas.

A linha de válvulas D-tec® é baseada na linha de válvulas VARIVENT® e oferece muitas vantagens por causa disso - por exemplo, um alto nível de flexibilidade em termos de configuração da válvula. O resultado: Eficiência econômica para o operador do sistema e manuseio otimizado do estoque devido à redução da diversidade de peças com qualidade comprovada.

Todas as nossas válvulas D-tec® podem ser equipadas com partes superior de controle T.VIS®. Elas integram e combinam nossas válvulas na planta de processamento automatizada.
 
Aplicações UltraClean
O parâmetro de produto mais relevante para aplicações UltraClean é o prazo de validade. Ele é determinado principalmente pelo valor do pH e pelo valor aw do produto. Além disso, é necessário considerar as propriedades sensoriais, bem como a cadeia logística de distribuição. Uma das vantagens do processamento UltraClean é a reduzida quantidade de conservantes necessários para manter o prazo de validade do produto.

Exemplos de aplicação

  • Indústria de cervejas - Cerveja e bebidas mistas à base de cerveja (por exemplo, cultivo de levedura pura e conexão de tanques estéreis e máquinas de envase após a esterilização)
  • Indústria de bebidas - Bebidas mistas à base de água (por exemplo, refrigerantes, sucos de frutas e bebidas à base de frutas, concentrados, bebidas com polpa)
  • Indústria láctea - Produtos à base de leite e de ácido láctico fermentado (por exemplo, leite ESL, produtos de sobremesa, produtos cristalizantes como a lactose)
  • Indústria de alimentos e bebidas - Molhos e guloseimas (por exemplo, fabricação de ingredientes básicos de frutas, incluindo partículas como nozes)
 

Visão geral da D-tec®

  • Selagem hermética por diafragma de haste - ideal para aplicações UltraClean
  • A conexão inovadora entre a haste da válvula e o diafragma da haste minimiza a tensão mecânica do diafragma durante as operações de comutação
  • Desconexão rotativa integrada da inserção da válvula e do atuador
  • Alta segurança operacional devido à detecção confiável de vazamentos no caso de quebra do diafragma
  • O design de fácil manutenção permite tempos de inatividade reduzidos
  • O princípio modular permite a conversão simples, por exemplo, de estanqueidade suave para macia
  • Redução do esforço de fiação aérea devido à distribuição interna de ar
  • Baseado na comprovada filosofia VARIVENT®

Visão geral

Tipo de válvulaMétricaPolegada OD
Válvulas de corte N/DV D-tec®DN 25 – DN 1001" – 4"
Válvulas de desvio W/DV D-tec®DN 25 – DN 1001" – 4"
Válvulas de Controle P/DV D-tec®DN 40 – DN 1001.5" – 4"
Válvulas de Fundo de Tanque N/DV D-tec®DN 25 – DN 1001” – 4”
Válvulas de câmara dupla D/DV Dtec®DN 40 – DN 1001.5” – 4”