Nossas crianças são o nosso futuro. Essa pode ser uma afirmativa óbvia, mas assume um significado especial quando a GEA tem a oportunidade de trabalhar em um projeto que afeta diretamente a saúde da nossa nova geração. Tal projeto foi a cooperação com a Arla Food Ingredients Denmark na nova planta de lactose de alta qualidade da empresa chamada Danmark Protein, em Nr. Vium em West Jutland, que faz parte da maior fábrica do mundo de proteína de soro de leite e lactose.

Fábrica da ARLA

A fábrica é especializada na fabricação de produtos de soro de leite, que é um subproduto proveniente de fábricas de queijos na Dinamarca, Suécia, Alemanha e outros países. A nova planta dentro da fábrica produz “Mistura seca de Lactose” de alta qualidade: o principal ingrediente da fórmula infantil. A mistura seca de Lactose é de tão alta qualidade que pode ser adicionada à fórmula infantil, logo no final do processamento e administrada com segurança aos bebês sem tratamento térmico adicional.

“Quando decidimos aumentar a produção para lactose de alta qualidade, sabíamos que a construção de uma nova planta seria um enorme desafio”, explicou Erik Vesløv, Diretor Local da Arla Food ingredients Denmark. "Queríamos fazer parcerias com especialistas na área para satisfazer os nossos requisitos de qualidade em um curto espaço de tempo”.

Cooperação e know-how da GEA

Trabalhando com a Arla Foods para produzir melhor comida para as nossas crianças

Construir uma planta dentro destes exigentes padrões requer muito conhecimento. Além de ser construída com o mais alto nível de controle de qualidade e zoneamento higiênico, a nova planta tinha que ser integrada na fábrica, mantendo-a ainda separada. 

O uso da mistura seca de Lactose requer um processo diferente daquele da produção de fórmulas infantis tradicionais. Em vez de ser misturada com os ingredientes úmidos e depois secada, a lactose é adicionada como ingrediente seco a jusante, imediatamente antes da embalagem. Isso deixa mais espaço para os ingredientes de mistura úmida, o que permite um rendimento muito maior. Mas é de vital importância que a lactose seja da mais alta qualidade, pois não será tratada novamente antes da hora do jantar do bebê.

"Queríamos ajudar a Arla a obter toda a nossa especialização em engenharia, mas sabíamos que esse projeto estabeleceria um novo padrão para uma ótima engenharia de processo", disse Kristian L. Kirchheiner, diretor de projetos internacionais da GEA - Plantas de Pó Lácteo. “A Arla nos escolheu porque eles confiaram em nós e tínhamos novas ideias sobre como poderíamos trabalhar juntos para garantir o sucesso do projeto. Estas incluíam, por exemplo, a criação de um escritório de projeto comum a meio caminho entre o local e o escritório da GEA em Skanderborg; nós também tínhamos um contrato parcialmente aberto que nos ajudou a manter uma colaboração muito estreita entre as equipes de projeto da Arla e da GEA durante todo o tempo. Isso nos permitiu alcançar uma execução de projeto tranquila e bem-sucedida, apesar de ter sido necessário realizar esforços extraordinários e ter criatividade e pensamento inovador para projetar e construir essa planta muito grande e complexa em um tempo tão curto”. Desde as consultas iniciais foram apenas oito meses até que a instalação começasse e apenas mais dez meses antes que a primeira lactose fosse produzida. A produção comercial começou logo depois.

Escopo do fornecimento

A GEA forneceu à Arla todo o equipamento de produção, desde a entrada de matéria-prima (permeado de soro de leite) até a lactose em pó embalada em sacos, tanto em Small Bags (25kg) como em Big Bags (1000kg). Isto incluiu um amplo leque de operações de processamento complexas. Algumas dessas unidades foram projetadas especificamente para a planta da Arla, ajudando-a a estabelecer um padrão único na indústria.

“Queríamos ajudar a Arla a obter toda a nossa especialização em engenharia, mas sabíamos que esse projeto estabeleceria um novo padrão para uma ótima engenharia de processo", disse Kristian L. Kirchheiner, diretor de projetos internacionais da GEA - Plantas de Pó Lácteo.

Otimização da fábrica

Fábrica da Arla Foods

O rendimento da planta foi otimizado usando a tecnologia líder da GEA, apoiada pela experiência da equipe de comissionamento da GEA para ajustar o equipamento com precisão. O uso de energia foi reduzido através de um investimento em motores de baixa energia e equipamentos de troca de calor com baixa perda de energia. Sem contar que o uso de água e produtos químicos foi minimizado através da reutilização de detergentes de limpeza e pelo ajuste fino dos programas de limpeza da planta (CIP).

A higiene, é claro, é de suma importância, assim como o design higiênico da planta e do equipamento, por isso a GEA introduziu uma amostragem regular dos produtos em linha para monitorar a qualidade, bem como uma colaboração estreita com a Arla e o arquiteto para alcançar a qualidade ideal. O layout da planta levou em conta as necessidades do equipamento e do processamento, bem como os requisitos de zoneamento higiênico. 

Enquanto isso, a Arla desenvolveu um regime rigoroso de troca de roupas e calçados apoiado por uma conscientização fundamental de toda a equipe de que a higiene deve ser levada a sério. Combinadas, essas medidas garantem que os alimentos que os bebês recebem sejam tão seguros quanto nutritivos.

Alguns desafios

Naturalmente, a construção de uma planta desse nível de sofisticação não foi isenta de desafios, especialmente porque inclui alguns processos que são não apenas muito complexos, mas também relativamente pouco comprovados nas configurações específicas. O alto nível de qualidade do produto especificado exigia o equilíbrio cuidadoso de especificações que às vezes conflitantes, especialmente porque os problemas em uma área geralmente não se revelavam até que outros fossem resolvidos em outro lugar. “Nossos técnicos fizeram um trabalho maravilhoso, tirando o melhor proveito do equipamento e assegurando que cada elemento trabalhasse em harmonia para alcançar o resultado desejado”, disse Kristian.

O resultado

Trabalhando com a Arla Foods para produzir melhor comida para as nossas crianças

A nova instalação de Mistura Seca de Lactose é a maior do gênero no mundo. Abastecerá mercados mundiais fornecendo ingrediente da mais alta qualidade para fórmulas infantis para ajudar a próxima geração a crescer forte e saudável. "Nós colaboramos estreitamente com a GEA durante todo o projeto, e não foi só a nível profissional, pois também recebemos uma instalação de lactose de classe mundial", disse Erik Vesløv.

O lema da GEA é "Engenharia para um mundo melhor": que melhor exemplo do que trabalhar com um dos maiores e mais respeitados produtores de alimentos do mundo, para o benefício dos nossos filhos? A GEA e a Arla ficaram tão satisfeitas com o resultado que as empresas colaboraram novamente, desta vez em um vídeo promocional para a nova instalação que teve sua primeira exibição na Foodtech na Dinamarca em novembro.

Voltar