A GEA otimiza a utilização da planta no antigo estabelecimento da cervejaria Gutmann

Sistema CIP na cervejaria Gutmann que produz cerveja de trigo na Baviera

A cervejaria Gutmann que fabrica cerveja de trigo em Titting, Bavaria, é de origem familiar e está no mercado desde 1855. Desde 1913, a cerveja de trigo é produzida em Titting. Enquanto isso, a família Gutmann se especializou neste tipo de cerveja e ainda usa o método original tradicional. Além da consistente alta qualidade do produto, a conservação dos recursos naturais é uma questão importante para a cervejaria. Isso é previsto na gestão ambiental da cervejaria, que foi certificada conforme a norma DIN EN ISO 14001:2004. Um dos objetivos é a contínua redução do consumo de energia e água.

Como parte desses esforços, os processos CIP na cervejaria foram examinados de perto em 2009. A GEA apresentou o seu novo conceito CIP e demonstrou suas vantagens em uma comparação direta com o processo CIP existente. O conceito CIP anterior da Cervejaria Gutmann incluía a limpeza automática das cubas na seguinte ordem: caldeira de maceração de mosto 1, caldeira de maceração de mosto 2, caldeira de clarificação, tanque de pré-funcionamento, caldeira de mosto, redemoinho. Após a limpeza dos recipientes de cerveja, os tubos eram limpos de forma manual com uma mistura cáustica. O novo conceito desenvolvido pela GEA fornece uma limpeza combinada das cubas e dos tubos, sem a necessidade de se usar uma mistura cáustica.

O monitoramento preciso do processo de limpeza

Chefe-cervejeiro Richard Hofmeier

Para permitir uma comparação direta, o sistema Gutmann CIP foi preparado pelo método de limpeza existente exatamente da mesma forma que o processo de limpeza e agentes de limpeza modernos foram dosados. Deste modo, foi garantido que os tanques CIP não só tem a mesma concentração, mas também as mesmas temperaturas e níveis de enchimento. Depois disso, todas as leituras do contador no sistema de controle de processo foram redefinidas (tempo de funcionamento das bombas, hidrômetros e medidores de fluxo para os concentrados de detergente). Para ambos os métodos, a dosagem adicional de soda cáustica e de ácido foi necessária uma vez entre as etapas de limpeza para assegurar a eficiência da limpeza. No final da lavagem da sala de brassagem, todos os agentes de limpeza nos tanques CIP foram novamente concentrados para restaurar a situação inicial e, assim, permitir uma comparação direta dos dois métodos diferentes. Os processos de limpeza de ambos os conceitos foram observados e documentados. Foram determinados os tempos de ocupação, o consumo de energia elétrica assim como o consumo de agentes de limpeza, H2O2 - intensificadores de limpeza e água.

A comparação mostrou que após a atualização do processo de CIP feita pela GEA, o consumo de produtos de limpeza foi reduzido. A nova localização das áreas CIP também teve um efeito positivo sobre o consumo de energia durante a limpeza. O maior consumo de energia com o conceito anterior pode ser atribuído ao uso de mistura cáustica.

Vantagens resultantes:
A melhoria dos processos CIP resulta em uma vantagem de tempo de cerca de 3 horas. Agora, o fabricante de cerveja não necessita estar presente na sala de brassagem durante estas 3 horas, o que permite que os clientes economizem custos com mão-de-obra. Além disso, o novo conceito torna possível executar processos de produção e processos de limpeza CIP simultaneamente na cervejaria. Se a cervejaria estiver interessada na utilização máxima de equipamentos especialmente nos horários de pico, o maior potencial de economia pode ser verificado. Como a segurança do produto é garantida na tubagem completa das seções individuais da fábrica, a produção pode começar mais cedo e capacidades adicionais podem ser criadas.
A segurança máxima do produto foi um dos principais requisitos do projeto. O conceito inovador CIP da GEA é um instrumento útil para aumentar a produção com apenas algumas modificações mecânicas. Na avaliação final dos conceitos, o conceito CIP desenvolvido em Kitzingen teve vantagens significativas em termos de custos de energia e insumos e o aumento da disponibilidade da planta ao mesmo tempo. Após a preparação do conceito e a colocação do pedido, a GEA precisou de apenas quatro meses para a execução bem-sucedida e o comissionamento.

Voltar