Validação CIP Estado da Arte usando SMW 100 para limpeza de tanques na cervejaria Tucher em Fürth. Quando a nova fábrica de cerveja Tucher em Fürth (Alemanha) foi construída, à segurança no processo de fabricação de cerveja em conjunto com layout otimizado da fábrica em termos de recursos foi prioridade absoluta.

Limpador de tanque orbital Tornado
Limpador de tanque orbital Tornado

Consequentemente, os produtos de limpeza orbitais da GEA em combinação com o sensor de validação de CIP SMW 100 foram selecionadas para a limpeza. Os tanques de fermentação a serem limpos tem uma capacidade de 2.400 hl, com um diâmetro de 4,1 m e uma altura total de 22 m. 

Em contraste com os sistemas convencionais, o cabeçote compacto do SMW 100 contém o sistema eletrônico e software de avaliação completa e, comparado com outros produtos, a unidade possui uma relação custo-benefício consideravelmente maior. O sensor patenteado monitora continuamente o funcionamento dos produtos de limpeza orbitais nos tanques. Durante a limpeza, um sinal contínuo é enviado para o sistema de controle; uma interrupção de sinal indicaria imediatamente a ocorrência de uma falha. 

Função do sensor SMW 100:

Sensor de monitoramento SMW100
Sensor de monitoramento SMW100

Este sensor para a validação de limpeza e seu método de operação são únicos. Não existem sistemas comparáveis no mercado; outros sistemas ou registram a pressão do jato ou detectam o ruído no tanque.

Devido ao seu design, o sensor de pressão só pode registrar jatos que atingiram diretamente o sensor, o que não funciona em um aspersor de jato rotativo. No mais, o sensor registra apenas jatos descontinuadamente. Portanto, é impossível controlar exatamente os padrões de fluxo dos jatos ou dos bocais de aspersão!

O ruído de fundo só pode ser utilizado para detectar se o líquido de limpeza está funcionando. Mas não se o aspersor está girando, se os padrões do fluxo de jato estão corretos ou se os bocais de aspersão estão possivelmente bloqueados!

Um processo especial permite que o SMW 100 monitore a operação do aparelho de limpeza durante um período de integração de aproximadamente 20 segundos. Se nenhum jato passar pelo sensor durante este período, o sinal de saída do sensor se desliga e o sensor sinaliza que o limpador está parado. Outra função se torna possível graças a comutação de sinal no sensor. Cada jato registrado é sinalizado através da definição dos outputs do sensor, de modo que cada jato pode ser detectado pela parte eletrônica (opcional). Isto permite que o padrão de limpeza e, portanto, que todo o processo de limpeza seja monitorizado. Com alternativa, também é possível detectar se os bocais de aspersão do spray estão bloqueados. Em suma, o sistema SMW 100 nos proporciona uma tecnologia de detecção inteligente, que até agora não existia nessa forma. 

Voltar