A GEA desenvolveu um processo de secagem por pulverização de aloe vera para uso na indústria de alimentos, bebidas e cosméticos. Até agora a planta terapêutica tem sido secada naturalmente ao sol, em um processo muito impuro, com utilizações limitadas, ou submetida a uma extensa e dispendiosa preparação por liofilização para uso farmacêutico. O novo processo preenche a lacuna proporcionando um pó de alta qualidade que é adequado para uso em produtos de cuidados pessoais, nutracêuticos e alimentares.

A Solução da GEA para processar Aloe Vera

A GEA já fornece tecnologia de liofilização que produz pó de aloé vera da mais alta qualidade para uso em produtos farmacêuticos. No entanto, a secagem por pulverização fornecerá uma opção eficiente e econômica para aqueles que procuram usar o produto seco final como um agente da reforço da funcionalidade para iogurtes, molhos, bebidas, cosméticos e cremes para o rosto. 

O processo necessita que as folhas do cacto de aloe vera sejam processadas de tal maneira que a polpa que absorve a umidade possa ser micro-desintegrada e seca por pulverização de maneira eficiente. As folhas são primeiramente filetadas para retirar a dura casca exterior. O que é deixado, o tecido interno, é composto de 98% de água e apenas 2% de tecido que se comporta como uma esponja. Isto significa que quando o aloe vera é seco por pulverização irá atuar como um agente espessante e dar textura e volume ao produto final sem acrescentar calorias. 

O filete de aloe vera é então submetido a um triturador e uma máquina de moagem para criar uma alimentação que possa ser atomizada, a polpa de alimentação é aquecida a menos de 50 °C e tratada com enzimas em um tanque de reação; estas enzimas rompem a cadeia de celulose reduzindo a viscosidade. As fibras são então separadas e as que têm menos de 200 micras continuam no processo. É extraída a aloína, usada como um agente de amargor em bebidas e como um laxante farmacêutico. A polpa restante, em seguida, é pasteurizada criando um gel. Após a evaporação para aumentar os sólidos totais do gel, ele é seco por pulverização até se transformar em um pó fino e de livre flutuação. 

A Secagem por Pulverização permite a acessibilidade a uma vasta gama de indústrias

Robert Djernaes, Gerente do Grupo de Vendas de Alimentos da GEA Dinamarca explicou que o novo processo irá tornar o aloe vera muito mais acessível a uma vasta gama de indústrias. "O pó seco por pulverização é ideal para uso em todos os produtos e o processo de secagem por pulverização tem menores custos operacionais comparado à liofilização", explicou. "Nós estamos confiantes de que o processo será amplamente utilizado em todas as indústrias alimentícias e de cuidados pessoais. Esta é a primeira vez que este processo foi produzido industrialmente e estamos entusiasmados por termos sido capazes de o incluir como parte dos principais processos de negócios da GEA."

Voltar