A New Belgium Brewing (NBB) é uma das empresas mais bem-sucedidas da nova geração de fábricas de cerveja nos Estados Unidos. Ela foi fundada em 1991, em Fort Collins, no Colorado, com uma produção de mais de 1 milhão de hectolitros por ano ela é a terceira maior cervejaria artesanal. Agora, a New Belgium Brewing está planejando uma nova expansão em Asheville, Carolina do Norte. Espera-se que a nova fábrica de produção de cerveja, na costa leste dos EUA, produza cerca de 625 mil hectolitros de cerveja por ano.

Equipamentos de fabricação de cerveja "made in Germany" para o sucesso do cervejeiro artesanal

Assinatura do contrato com a NBB

Durante a drinktec 2013, em Munique, a New Belgium Brewing confiou à GEA Brewery Systems as responsabilidades de fornecedor do projeto completo incluindo engenharia de projeto, planejamento de projeto, entrega e instalação do equipamento. Os produtos e tecnologias inovadoras para a cervejaria e a área de processamento a frio vem dos dois mais renomados locais de fabricação de equipamentos para fabricação de cerveja, bem como de outras empresas do Grupo GEA.

A história da NBB começou em 1989, quando Jeff Lebesch, co-fundador da cervejaria, fez uma viagem de bicicleta por muitas cidades europeias produtoras de cerveja. A partir desta viagem, ele trouxe a idéia para o nome da primeira cerveja: „Fat Tire“. Foram adicionadas muitos mais "estilos" de cerveja": por exemplo, IPA's e Blondes, que são vendidos pela New Belgium em 37 estados nos Estados Unidos. A fabricação de cerveja artesanal sempre desempenha um papel importante na New Belgium Brewing.

A cervejaria moderna foi projetada para uma capacidade de 200 hl de mosto frio por fermentação e vai até 12 produções por dia.
A preparação do mosto começa com o MILLSTAR™, o eficiente moedor úmido da GEA. Com seu sistema automático de qualidade integrado permite o condicionamento uniforme do malte e uma moagem homogênea. Para garantir um rendimento máximo do extrato, alta qualidade do mosto e uso eficiente dos recursos no processo de clarificação, será usado uma cuba-filtro com tecnologia LAUTERSTAR™. Com um diâmetro de 6.100 milímetros, proporciona muita flexibilidade para receitas atuais e futuras. O controle contínuo do processo de clarificação é realizado pelo monitorador multifuncional da clarificação (MLM). Isso garante alta reprodutibilidade para todas as produções.

Fervura suave do mosto

Design de conceito Asheville

O mosto é fervido numa tina de mosto projetada para fervura atmosférica
com uma caldeira interna JETSTAR™. Esta caldeira interna
fornece não só uma elevada flexibilidade de produção dos mostos
necessárias à qualidade de cada tipo de cerveja. O sistema inovador da GEA de fervura em duas fases
também permite separar os processos de
fervura e evaporação do mosto. Com este método suave,
as frações importantes das proteínas são preservadas. Além disso, é garantida a
mistura homogênea e circulação necessária do mosto na
tina Todas as partículas do mosto são fervidas de modo uniforme e
as substâncias amargas do lúpulo no mosto são perfeitamente extraídas
e isomerizadas. A fervura em duas fases resulta em excelentes
valores tecnológicos para redução do DMS, TBI e proteína coagulante: um método ideal para obter um mosto altamente elevado e a estabilidade do sabor para uma cerveja perfeita e qualidade da espuma.

Menos energia primária
O sistema de armazenamento de energia para a evaporação máxima de apenas 4% permite a operação de uma, assim chamada, sala de brassagem da cerveja com energia
balanceada: A energia primária é necessária apenas para a fervura do mosto e a etapa final do processo de aquecimento. Deste modo, o
consumo de energia primária é reduzida de modo significativo. O módulo de controle de Gestão Inteligente do Mosto (IWM) da
GEA Brewery Systems regula o processo de fervura do mosto e calcula com precisão a taxa de evaporação. Não importa
se outros ingredientes forem adicionados à caldeira de mosto depois do início da fervura.

Resumo do equipamento da linha de fabricação de cerveja

  • MILLSTAR™ para moagem úmida condicionada com uma capacidade de 20 t/h
  • Tina de maceração 
  • LAUTERSTAR™ com tanque de pré-execução de mosto e aquecedor de mosto 
  • Tina atmosférica de mosto para 200 hl com sistema de caldeira interna JETSTAR™ e cubas de dosagem automática do lúpulo
  • Sistema de recuperação de energia com tanque de armazenamento de energia 
  • Whirlpool com pré-resfriamento do mosto
  • Resfriamento do mosto, tanques de água quente e fria para o processo de fermentação
  • Sistema CIP
Extensão da área de processamento a frio e filtração da cerveja
Manipulação da levedura e a integração da fermentação e tanques de armazenamento na área de processamento a frio são controlados semi-automaticamente.  O equipamento de dosagem da levedura e os tanques de armazenamento da levedura serão integrados em cooperação com os
subcontratados da NBB.

Todos os processos, da filtração ao engarrafamento e também os dois sistemas CIP, são totalmente automatizados. Os sistemas CIP com as válvulas e manifolds GEA atendem três e cinco tanques cada um, tanto para o CIP dos tanque quanto das linhas. Assim, os sistemas são projetados para toda a área de processo a frio, incluindo o engarrafamento. Os tanques CIP serão fabricados pela GEA. A lavagem de todos os tanques grandes e pequenos, também se destina a ser feita com o equipamento de limpeza da GEA. Os tanques de fermentação, que exigem limpeza intensiva, serão equipados com equipamentos orbitais de limpeza; outros tanques de processo terão spray balls rotativas ou estáticas.

Sabor típico do lúpulo
A cerveja com lúpulo será tratada com um separador GEA SGC 150 com uma capacidade de 240 hl/h. A conexão com um sistema totalmente automático de dosagem e mistura para o processo de Dry Hopping dá aos diferentes tipos de cerveja sabores típicos e intensos do lúpulo. A filtração posterior da cerveja é tradicionalmente feita com o filtro Filtrox kieselguhr tipo Synox PF, com uma capacidade de filtração de 180 hl/h. Este sistema é muito flexível, especialmente no processamento de lotes pequenos. Ao invés de dois tanques combinados (PT2 / VNL), um tanque FBB é usado, dando flexibilidade do filtro.

Uma unidade de desaeração da água (desaeração quente) com filtro de carvão ativo de corrente ascendente reduz o teor de cloro. A unidade com uma capacidade de 100 hl/h garante valores mais baixos de oxigênio na água desaerada. A cerveja filtrada será então armazenada em seis tanques de cerveja abastecidos com blocos de válvulas GEA e válvulas de duplo assento. Uma linha de compensação da pressão de CO2 controlada automaticamente garante pequenas perdas de CO2 durante o enchimento e esvaziamento dos tanques.

Controle da automação e do processo
A solução de automação de processos da GEA controla todo o processo de produção: da adição de malte até o tanque de cerveja cristalina. A plataforma do sistema ArchestrA da Wonderware é utilizada incluindo os produtos MES para o nível SCADA.  A plataforma do PLC subjacente é baseada no sistema de controle da Rockwell ControlLogix® com funções de biblioteca padrão e o Rockwell Equipment Phase Manager.  A NBB desenvolveu a solução de automação em conjunto com a GEA.
Voltar