Uma parceira de fabricantes e fornecedores farmacêuticos, incluindo Pfizer, GEA e G-CON Manufacturing, dá as boas vindas à GSK para o consórcio dedicado ao desenvolvimento de uma solução de tecnologia contínua para a produção de comprimidos sob encomenda.

A GEA, líder em tecnologias de fabricação contínuas, anunciou a colaboração de última geração com a GlaxoSmithKline (GSK), para desenvolver as minifábricas independentes baseadas em POD e de desenvolver e fabricar formas farmacêuticas orais de dosagem sólida(OSD). Essa parceria expande-se para a aliança existente entre a GEA e a Pfizer e a G-CON Manufacturing para o projeto de uma unidade de protótipo portátil, contínua, pequena e modular (PCMM), atualmente sendo implementada nos laboratórios da Pfizer em Groton (Connecticut, EUA).

Concebido em conjunto com a Pfizer e a G-CON, as três empresas formaram um consórcio para projetar e criar um ambiente de fabricação autônomo para a produção de OSD contínua usando o equipamento ConsiGma™ 25 da GEA e o sistema POD modular da G-CON.

Recentemente premiado como a Melhor Inovação Tecnológica na INTERPHEX 2015, esse sistema de fabricação inédito aumenta a velocidade de produção dos comprimidos. Ao miniaturizar o equipamento, o processo contínuo pode ser contido em uma instalação portátil e modular, que pode ser enviada por caminhão a qualquer local do mundo e montada rapidamente. Assim que estiver montado e funcionando, o sistema fornecerá a capacidade de transformar pós e comprimidos não revestidos em minutos, o que pode demorar dias ou semanas com a tecnologia atual.

O H. McCoy Knight, Vice-Presidente, APC Pharma, comentou: “A GEA está feliz em receber a GSK ao consórcio. O envolvimento de outra empresa de fabricação farmacêutica global demonstra cada vez mais o comprometimento do setor no processamento contínuo e no reconhecimento de que a PCMM verdadeiramente representa o futuro da produção de medicamento sob demanda. Estamos ansiosos para trabalhar com a GSK e desafiar os limites do nosso ambiente de fabricação autônomo para aumentar a produção de OSD contínuo.”

Os destaques do potencial de PCMM para tecnologias de processamento menores, mais flexíveis e contínuas incluem um espaço de 60% a 70% menor que a instalação de produção convencional, a capacidade de usar o mesmo equipamento para ensaios clínicos e de desenvolvimento e de fabricação comercial, bem como cronogramas significativamente reduzidos: uma instalação de PCMM leva cerca de um ano para montar e começar a funcionar, se comparada a 2 a 3 anos de processos padrão.

Com a PCMM, o consórcio de parceiros está liderando as tecnologias de processamento menores, mais flexíveis e contínuas com o potencial de transformar o futuro do desenvolvimento e fabricação farmacêutica e fornecer quantidades personalizadas de medicamentos aos pacientes que precisam deles, de modo rápido e eficiente. Para descobrir mais sobre estes espaços inovadores, flexíveis e auto-contidos, assista o vídeo online aqui https://youtu.be/FixPIax8vpw ou entre em contato através do e-mail pharma@gea.com.

Contato corporativo
H. McCoy Knight
Vice-Presidente, APC Pharma

GEA Group
Telefone +1 410 997 6608
Celular +1 410 707 1186
mccoy.knight@gea.com

Voltar