Amônia como fluido refrigerante pela primeira vez em uma instalação desportiva russa

Corrida de trenós em Sochi

O acordo final do projeto foi assinado em novembro de 2011 entre a organização de vendas de Moscou da GEA e o cliente, a NPO Mostovik, de Omsk, uma das maiores empresas de construção russas. O contrato incluía a engenharia de projeto das instalações de refrigeração completas, a entrega e a instalação do equipamento de refrigeração, a construção da sala de máquinas, bem como um total de 4 km de tubulação de amônia principal ao longo da pista de corrida de trenós. Esse projeto representa a primeira vez que uma instalação esportiva russa é equipada com uma unidade de refrigeração à base de amônia. 

O centro da estação de refrigeração são quatro unidades de compressor de parafuso da GEA Large Series – três do tipo WB-5A e um modelo PB-5A – que são utilizadas, por exemplo, na indústria de alimentos e bebidas. Elas oferecem um rendimento de resfriamento total de 4,2 MW, com eficiência notável. O uso da amônia como refrigerante natural desempenha um papel-chave aqui.

O rendimento de resfriamento necessário pode ser transportado com menos volume de refrigeração e, por sua vez, em tubos mais finos. Um purificador de gás foi instalado para minimizar o risco para a saúde no caso de eventuais vazamentos na sala de máquinas. Essa unidade filtraria qualquer liberação de amônia do ar e reduziria drasticamente a concentração de gás. Rigorosos testes de pressão, entre outros, foram realizados antes da transição, para descartar a possibilidade de vazamentos logo no início.

Permissão especial para a primeira instalação de refrigeração de amônia

O uso de amônia nessa estação é uma novidade para a Rússia, já que as rigorosas normas de segurança do país até agora proíbem a amônia como fluido refrigerante para instalações desportivas. No entanto, a equipe de projeto da GEA foi capaz de convencer as autoridades responsáveis das vantagens desse fluido refrigerante natural sobre seus concorrentes sintéticos, e o resultado disso foi que a permissão especial foi concedida para esse projeto. Para essa longa pista de corrida de trenós, servida por 4 km de tubulação de abastecimento em sua extensão, a excelente entalpia de evaporação e o rendimento a frio volumétrico acima da média fornecido são realmente contribuições muito positivas. 

Voltar