Tecnologia de cristalização Cristalizadores Oslo

O Cristalizador Oslo

Este cristalizador representou originalmente o primeiro grande passo na moderna tecnologia de cristalização e design de equipamentos

Passado e futuro

Decapagem Bath Oslo

Foi inventado por F. Jeremiassen da Krystal A S, Oslo, Noruega, em 1924, e levou o nome da cidade onde se originou o design. É também referido como do tipo "cultivo", "leito fluidizado" e "Krystal". Como sucessora da tecnologia de cristalização da Davy Powergas e da AW Bamforth, a GEA possui toda a documentação das instalações da OSLO construídas por essas duas empresas. Esse background, adicionado à extensa experiência da GEA, faz da GEA o principal designer de cristalizadores OSLO no mundo.

A principal vantagem do cristalizador OSLO até hoje é a capacidade de cultivar cristais em um leito fluidizado, que não está sujeito a métodos de circulação mecânica. Um cristal em uma unidade OSLO crescerá sem impedimentos, até o tamanho que seu tempo de permanência no leito fluidizado permitir. O resultado é que um cristalizador OSLO cultivará os maiores cristais, em comparação com outros tipos de cristalizadores. A lama é removida do leito fluidizado do cristalizador e enviada para seções de centrifugação típicas. O licor claro também pode ser purgado da área de clarificação do cristalizador, se necessário. A partir de cada um desses tipos básicos de cristalizadores são projetadas várias aplicações diferentes pelos engenheiros da GEA para atender às necessidades especiais dos clientes.