Tecnologia de controle de emissões da GEA Torre de Têmpera da GEA

Operação de limpeza do escape devido à Torre de Têmpera da GEA

O resfriamento rápido da têmpera dos fluxos de gás é usado em várias aplicações essenciais nas indústrias de processamento. A seleção e o dimensionamento dos bicos de pulverização são as decisões mais críticas no design do sistema. O design da torre de têmpera da GEA consiste em um tanque aberto no qual o líquido é pulverizado para entrar em contato com o gás. O gás entra no fundo da torre através de um bico lateral e flui para cima, contra a corrente do líquido que foi pulverizado a partir do topo da torre. No momento em que o gás atingir a saída de gás superior, ele tem que ser resfriado até a temperatura de saturação adiabática.

Características

  • Invólucro revestido de tijolo com tijolos especiais na interligação da área seca e úmida
  • Tijolos de carbono adicionais em caso de alto teor de flúor
  • Design de seção transversal aberta -> sem risco de entupimento. 
  • Longo tempo de retenção do gás -> separação de poeira fina (As2O3, PbSO4, SE, SeO2)
  • Bomba de reserva e círculo de anel com bicos
  • Sistema de água de emergência

 

Por que a têmpera?

A têmpera é a escolha em contraste com o trocador de calor porque:

  1. Para se usar um trocador de calor, é necessária uma grande área
  2. Além disso, o contato direto é mais eficiente que o contato indireto
  3. As partículas finas do reator também serão removidas, que, de outra forma, iria corroer os tubos do trocador

A têmpera é diferente do resfriamento no sentido em que:

  1. O resfriamento é feito em um tempo comparativamente maior
  2. Ele também não impede completamente as reações colaterais
  3. Enquanto na têmpera, a formação de subprodutos é completamente interrompida