Menu

GEA LeakCheck e OxyCheck

Monitoramento totalmente integrado do conteúdo de oxigênio e de vazamentos

Embalagem MAP com OxyCheck da GEA

Economize tempo e se certifique que todas as embalagens MAP que você produz estão 100% perfeitas com os sistemas automáticos de medição de oxigênio e detecção de vazamento para termoformadores. A magia? Um ponto sensível ao sensor que permite testar sem danificar a embalagem.

Teste de zero desperdício de oxigênio e de vazamentos para sistemas form-fill-seal

Até agora, um conteúdo incorreto de O2 e vazamentos em embalagens de alimentos eram identificados por inspeção aleatória. Produtos defeituosos eram descartados, já que os sistemas de detecção costumavam ser invasivos. As unidades GEA LeakCheck e OxyCheck ajudam os fabricantes a salvar todos os alimentos, material de embalagem e tempo desperdiçado, analisando um ponto fluorescente sensível a sensores dentro das tampas da embalagem MAP. As embalagens com medidas erradas de oxigênio ou vazamentos podem então ser automaticamente rejeitadas usando um sistema de classificação e convergência de embalagens GEA CombiPick.

Principais aplicações

O GEA LeakCheck e OxyCheck é um sistema de controle de qualidade em linha que pode ser integrado em qualquer termoformador para verificar o conteúdo de oxigênio (O2) de todas as embalagens MAP e identificar vazamentos após o processo de form-fill-seal, garantindo assim a vida útil do produto na prateleira. 

Teste de conteúdo de oxigênio e detecção de vazamentos de todas as embalagens MAP sem perdas

  • Técnica não invasiva baseada na impressão de um ponto fluorescente, sensível ao sensor, na superfície interna de um filme na tampa da embalagem
  • Os selos e filmes da embalagem MAP permanecem inalterados, economizando grandes quantidades de filme e produto alimentar

Economia significativa de tempo devido ao processo automatizado de inspeção de oxigênio/vazamentos

  • Sem mais medição do conteúdo de oxigênio ou detecção de vazamento de embalagens MAP por inspeção manual ou visual
  • Rejeição automática de embalagens defeituosas
  • Sem interrupções por causa do trabalho intensivo de rastreamento para se detectar a primeira embalagem fora de especificação produzida.

Sem impacto negativo sobre a capacidade de produção

  • O andamento do processo de teste de oxigênio e vazamento é tão rápido quanto a de termoformadores poderosos como o GEA PowerPak

Aumento da segurança alimentar de toda e qualquer embalagem de alimentos ao longo de todo o volume de produção

  • Todas as embalagens MAP são testadas em vez de apenas amostras escolhidas aleatoriamente (geralmente < 1%)
  • 100% de monitoramento de processos 
  • Sistema absolutamente preciso e sem erros humanos possíveis

Tecnologia avançada

Verificação do conteúdo de oxigênio e da integridade da embalagem dos pacotes MAP

A primeira medição do conteúdo de O2 é feita por um sensor GEA OxyCheck instalado logo após as embalagens de alimentos deixarem a estação de selagem do termoformador. Mais adiante, a unidade GEA LeakCheck realiza um teste de estresse aplicando pressão em todas as embalagens. Depois disso, uma segunda unidade de teste de oxigênio verifica novamente o conteúdo de O2. Uma diferença nos resultados aponta para um vazamento na respectiva embalagem.

Triagem automatizada

As embalagens que não atendem às especificações são automaticamente rejeitadas e triadas por um único seletor de pacotes como o GEA CombiPick. A automação dos processos de detecção e triagem mantém a máquina de form-fill-seal funcionando mesmo quando há embalagens de alimentos defeituosas na linha.

Tecnologia única com sensor "spot"

GEA LeakCheck

O GEA OxyCheck utiliza as propriedades fluorescentes de um material especial, que é aplicado em forma de pontos no interior do filme da tampa utilizada. Os sensores ópticos GEA OxyCheck instalados no termoformador projetam uma luz sobre estes pontos sensíveis ao sensor e medem o comprimento de onda da luz que fluoresce do material para determinar com precisão o conteúdo de O2.

O primeiro sistema com garantia de qualidade não invasivo do mundo para MAP

As peças do sistema GEA LeakCheck e OxyCheck, conforme instaladas no termoformador

Princípio de funcionamento do GEA LeakCheck

O sistema de inspeção consiste em quatro elementos: os pontos de detecção OxyCheck no lado interno do filme da tampa, duas unidades de medição de oxigênio, uma unidade de estresse e uma interface para os controles do termoformador.

Banda superior para tampas com pontos de detecção OxyCheck pré-aplicados

Quando o filme superior é colocado no GEA PowerPak PLUS ou PowerPak, ele já carrega os pontos de detecção OxyCheck impressos no lado interno do filme como parte de cada segmento da tampa da embalagem.

Primeira unidade de medição de oxigênio GEA OxyCheck

O primeiro sensor de luz GEA OxyCheck é instalado logo após a selagem. Atravessa as linhas das embalagens de alimentos para analisar as ondas refletidas dos pontos fluorescentes do sensor OxyCheck dentro das tampas seladas da embalagem. Os dados são transferidos para o painel de controle central do termoformador.

Unidade de estresse GEA

Unidade de estresse para o GEA LeackCheck

Após a primeira medição de O2, todas as embalagens são transferidas para uma unidade de estresse, onde são aplicadas diferentes pressões às embalagens. Em caso de vazamentos, o conteúdo de oxigênio no interior da embalagem mudará. 

Unidade de detecção de vazamentos GEA LeakCheck

A segunda unidade de sensor de luz GEA OxyCheck é instalada imediatamente após a unidade de estresse para permitir uma comparação dos níveis de oxigênio. Mais uma vez, os dados são transferidos para os controles do termoformador.

Painel de controle

Se a segunda série de medições não corresponder à primeira, isto se refletirá na apresentação lado a lado do painel de controle. As embalagens que apresentam um conteúdo diferente de oxigênio ou um vazamento são automaticamente identificadas e processadas, de modo que um sistema de "pick and place" conectado possa triá-las.

O seletor automático de pacote individual e conversor GEA CombiPick

Sendo uma poderosa combinação de um sistema confiável de pick and place e um conversor que funde seis faixas em uma, o GEA CombiPick é uma poderosa aplicação para o fim da linha que processa até 120 embalagens por minuto. Embalagens de alimentos vazias ou defeituosas simplesmente caem em um recipiente abaixo da esteira transportadora enquanto os produtos "bons" saem em uma linha limpa na outra extremidade do módulo de espaço reduzido

Produtos relacionados

Service products

GEA Insights

Mantenha-se atualizado com as inovações e histórias da GEA, se registrando para receber notícias sobre a GEA.

Registrar-se

Estamos aqui para ajudar! Com apenas alguns detalhes poderemos responder à sua pergunta.

Entre em contato