Máquinas de molde por tambor

A GEA oferece ampla variedade de moldadeiras por tambor versáteis para produção de formatos tradicionais de tipos de queijo de massa filada macios, queijo muçarela macio e bolas de muçarela, assim como queijo de massa filada com menor umidade, scamorza e provolone.

Opções de carrossel oferecem a possibilidade de formar tranças e nós. As unidades estão disponíveis com capacidades de 180 a 1.400 kg/h. Disponível assistência remota para máquinas controladas por PLC. As moldadeiras por tambor da GEA também podem ser fornecidas com nosso tratamento antiaderente patentado, o Vulcan, que oferece muitas vantagens sobre o revestimento em Teflon.

As moldadeiras por tambor da GEA podem ser configuradas com 2, 4 ou 6 trados alimentadores, para atender a qualquer exigência de processo, produção ou capacidade.

Fabricadas em aço inoxidável AISI 304, nossas unidades são projetadas para moldagem esférica automatizada e cilíndrica semi-automática com carrosséis, para moldagem contínua de tranças e nós. Possui ajuste preciso da velocidade tanto dos trados de alimentação como do tambor de moldagem, para assegurar uma pressão constante na câmara de formação e para manter a consistência do peso do produto. As moldadeira por tambor da GEA possuem camisas de água quente termorreguladas para assegurar a manutenção da temperatura exigida para o produto. Um sensor na câmara do trado monitora a temperatura do queijo.

Os moldes sólidos do tambor em alumínio são facilmente trocados e garantem uma estanqueidade perfeita para perdas mínimas de soro. A rotação do tambor é efetuada através de um mecanismo de acoplamento simples e eficiente.

As moldadeiras por tambor da GEA também podem ser configuradas com uma unidade de parafuso para inclinar o corpo da máquina em até 30 graus. Isto permite a produção de muçarelas muito macias, incluindo Fior di latte e muçarela de leite de búfala. 

 

Todas as máquinas da GEA apresentam características para atender os mais altos padrões de segurança e higiene. A proteção mecânica e eletromecânica nas áreas perigosas garante a segurança do operador e todos os controles elétricos são abrigados em um painel à prova de água. A possibilidade de CIP agiliza a limpeza, reduz o uso de água, as paradas de processo e a necessidade de intervenção manual.

As superfícies de contato com o produto são revestidas em Teflon, mas também podem ser fornecidas máquinas com um tratamento antiaderente Vulcan, que foi desenvolvido pela GEA. Ao contrário do revestimento em Teflon, que pode lascar ou descascar as superfícies tratadas, o Vulcan é um processo de acabamento que envolve múltiplas fases de polimento mecânico da superfície metálica em diferentes ângulos e pressões. E diferentemente do revestimento em Teflon, que precisa ser reaplicado, o tratamento Vulcan tem uma durabilidade quase permanente e é resistente aos ciclos de CIP.

Contato

Como podemos ajudá-lo?