Moldadoras por Sopro Asséptico Aseptic Blow Molder Airstar AS

A Airstar é uma parte integrante do sistema ABF 1.2. É uma sopradora asséptica que produz garrafas esterilizadas por pré-formas sopradas assepticamente que são previamente esterilizadas com vapor de peróxido de hidrogênio (VHP).

A máquina de moldagem por sopro Airstar foi projetada visando a funcionalidade asséptica. Após o processo de esterilização, as pré-formas entram na área estéril fechada – onde a roda de sopragem está alojada – e são sopradas com ar estéril fornecido através de um circuito filtrado que inclui um sistema de esterilização VHP próprio.

Moldadora por sopro com design asséptico

O design específico e exclusivo do módulo da moldadora por sopro asséptico apresenta três áreas distintas: os componentes elétricos estão localizados acima da área estéril e qualquer aparelho que exija lubrificação está abaixo. Tudo dentro do isolador é resistente a produtos químicos e pode ser esterilizado com VHP, que também é usado para tratar os tubos de ar e os invólucros das hastes de filagem antes de iniciar o ciclo de produção. Periodicamente, também pode ser realizado um ciclo de formação de espuma seguido por um enxágue com água.

Processo de sopro de filagem asséptico

Durante a operação, uma haste de filagem padrão se move para cima e para baixo em um ambiente não estéril, inserindo os moldes e tocando a pré-forma/garrafas. O Airstar AS inclui uma articulação magnética patenteada que permite o movimento das hastes de filagem dentro de um invólucro asséptico, esterilizado com VHP, garantindo que a haste de filagem permaneça estéril ao tocar as pré-formas esterilizadas. A articulação magnética entre um ímã interno conectado à haste de filagem no interior do invólucro asséptico e aquele externo conectado a um sistema de movimento padrão por um motor elétrico também permite que os ímãs se desprendam automaticamente se uma pré-forma encravar durante a fase de filagem.

O processo de sopragem da pré-forma é feito com ar estéril; isso requer tanto o uso de microfiltração para esterilizar o ar quanto o VHP para esterilizar a tubulação. Por esse motivo, a GEA desenvolveu um bloco de sopragem de ar patenteado que pode ser esterilizado para manter altos níveis de reatividade e confiabilidade e diminuir a queda de pressão e o volume morto.

 

Troca dos moldes

A troca dos moldes é realizada em uma área isolada específica, sob condições de fluxo de ar laminar. O sistema de montagem permite que os operadores troquem facilmente os moldes. Após a troca, o sistema realiza um rápido ciclo de esterilização por VHP antes de recomeçar a produção asséptica.

Benefícios:

  • Roda de sopragem fechada em uma área estéril
  • A área estéril claramente identificada tem superfícies mínimas, facilitando a limpeza e a esterilização antes de começar um novo ciclo de produção
  • As hastes de filagem estéreis mantêm a esterilidade da pré-forma
  • Uma área limpa dedicada à troca de molde asséptico; qualquer outra operação é feita fora da área estéril
  • Não há risco de perder a esterilidade por um frasco recém-soprado durante a transferência para a envasadora asséptica
  • Configuração asséptica totalmente sincronizada que garante total controle, segurança e integridade para cada batelada