Düsseldorf, July 29, 2015 - Na segunda quinzena de 2015, a receita da GEA superou o alto nível já observado no ano anterior, de 3 por cento, O setor de servIços demonstrou um crescimento saudável. A entrada de pedidos diminuiu levemente devido ao número limitado de grandes pedidos. Contudo, os negócios básicos observaram um crescimento estável dos valores em ambas áreas de negócios da GEA. O lucro operacional da GEA cresceu novamente. Isto demonstra que os crescimentos na eficácia resultantes do programa "Fit for 2020" começaram a apresentar um efeito. Tanto o EBITDA operacional quanto a margem EBITDA operacional alcançaram crescimento contínuo no segundo trimestre. Despesas não recorrentes de aproximadamente EUR 134 milhões foram registradas no trimestre sob observação. Esta figura inclui despesas de restruturação de aproximadamente 115 milhões de euros para o programa "Fit for 2020". O lucro consolidado no último trimestre teve um total negativo como resultado destas despesas substanciais não recorrentes.

"Infelizmente, não pudemos permanecer ilesos aos efeitos do anunciado declínio atual de alguns mercados no período observado. Contudo, é encorajador ver como nossas medidas planejadas estão dando resultados e que aumentamos ainda mais o lucro. Por exemplo, reduzimos a mão-de-obra em aproximadamente 300 funcionários desde o início do ano. Esta redução pode ser parcialmente atribuída ao programa "Fit for 2020". A redução da mão-de-obra e o reconhecimento inicial de despesas materiais não recorrentes para este projeto estratégico demonstram que estamos implementando-o sistematicamente. "Estamos no caminho certo", afirmou Jürg Oleas, CEO da GEA.

 Ademais, três aquisições foram feitas no último trimestre, duas das quais foram concluídas. Com estas aquisições, que juntas geraram uma renda de quase 100 milhões de euros em 2014, a GEA implementa a sua estratégia de fechar lacunas no setor tecnológico, ao adquirir companhias especializadas e ao expandir o portfólio de produtos para cobrir todas as etapas do processo.

 Além das suas atividades operacionais, a GEA teve um progresso substancial com o seu realinhamento estratégico como parte da iniciativa "Fit for 2020", no segundo trimestre, em termos de uma nova estrutura de grupo. Com base numa organização simplificada, harmonizada e mais organizada, o objetivo é não somente explorar potenciais economias substanciais existentes, mas também, em especial criar condições organizacionais que garantirão uma competitividade e implementação dos alvos de crescimento da GEA.

 Em linha com o seu atual balanço, a GEA espera que a previsão para a operação da empresa em 2015 será alcançada, apesar do crescimento menos dinâmico. Levando isso em consideração, os dividendos do ano fiscal 2015 não devem ser inferiores a EUR 0,70 por ação deliberado o ano passado, independente das despesas incorridas na iniciativa "Fit for 2020".

GEA Group: Índices IFRS

(milhões de euros) 2T 20152T 2014Mudança em %1T-2T 20151T-2T 2014Mudança em %
Resultados em operações
Recebimento de encomendas1.148,81.169,9-1,82.276,22.194,23,7
Receitas1.150,11.117,72,92.156,52.068,34,3
Operações EBITDA1139,3128,08,8237,4213,211,4
em % de receitas12,111,5-11,010,3-
EBIT 1 operacional119,8109,39,6198,6176,112,7
em % de receitas10,49,8-9,28,5-
EBIT-20,998,7-46,6157,4-70,4
Patrimônio líquido
Intensidade do working capital em % (média dos últimos 12 meses)12,311,9-12,311,9-
Disponibilidade líquida (+)/Dívida líquida (-)603,4-551,8-603,4-551,8-
Posição financeira
Margem geradora do fluxo de caixa26,69,0-6,69,0-
ROCE em % (ágio por rentabilidade futura ajustado)316,422,9-16,422,9-
Equivalentes em tempo pleno (dados do relatório)17.97518.186-1,217.97518.186-1,2
Ações GEA
Ganhos por ação antes dos itens não recorrentes (EUR)40,430,423,20,670,652,6
1) Antes dos efeitos das alocações do preço de compra e antes dos extraordinários 2) Guia do fluxo de caixa = EBITDA - Investimentro de capital - Mudança no capital de trabalho (média dos últimos 12 meses) 3) Capital empregado excluindo o lucro da aquisição da ex GEA AG pela ex Metallgesellschaft AG em 1999 (média de 12 meses) 4) Calculado antes dos itens não recorrentes usando as taxas correspondentes para operações contínuas e não contínuas
Voltar
Please enter a valid email address

Please hold on, we're processing your submission.

Thank you for subscribing!
Please check your inbox for a confirmation email to complete your signup.

Oops, something went wrong.
Please try again in a few moments.