A 1200 km a leste de Moscou fica Kez, uma vila rural no distrito de Udmurt, na Rússia, que abriga a fábrica de queijo Kezsky syrzavod, uma joia em eficiência energética. Mas nem sempre foi assim...

Em busca da excelência ambiental

Uma joia da eficiência energética na Rússia rural

A fábrica de queijo Kezsky syrzavod está em operação desde 1936.  Atualmente, ela produz cerca de 9.880 toneladas de queijo semiduro por ano com o leite fornecido pelas fazendas locais. Ela emprega mais de 600 pessoas e atende clientes fiéis na região econômica dos Urais e em toda a Sibéria. 

A fábrica agora faz parte do Grupo KOMOS, que exige um alto nível de eficiência de suas plantas de produção. Isso, combinado com uma desaceleração temporária do mercado de queijo russo, fez com que a fábrica precisasse fazer melhorias, principalmente no consumo de energia e no uso de água.

A Kezsky syrzavod usa compressores alternativos para sua planta de refrigeração em sua sala de máquinas há quase 50 anos. Muitos desses equipamentos estavam obsoletos, o que criava problemas significativos com a manutenção, uso de energia e consumo de água. Mas seus engenheiros estão familiarizados com a tecnologia e, embora mais de 80% da indústria na Rússia prefira usar compressores de parafuso para refrigeração, eles estavam interessados em continuar usando o que melhor conheciam, se possível. Seu principal objetivo: reduzir o consumo de energia em pelo menos 30%.

Confiando na GEA e na amônia

Uma joia da eficiência energética na Rússia rural

A GEA já tinha um relacionamento com a Kezsky syrzavod. Em 2013, o cliente tinha solicitado um orçamento para um sistema de resfriamento com água gelada, usando amônia como refrigerante, para substituir o sistema à base de freón existente e o antigo sistema de amônia existente, ambos com alto consumo de energia.

Depois de seis meses de discussões entre os engenheiros da GEA Refrigeration Russia e os engenheiros da fábrica Kezsky syrzavod e tendo visto a tecnologia da GEA em ação em uma planta de referência, a decisão foi tomada. Eles aceitaram que uma planta de amônia, usando os compressores alternativos de sua preferência, reduziria o uso de energia. O projeto teve início em março de 2016 e foi concluído 18 meses depois.

Andrey Leonidovich Matveev, mecânico-chefe da fábrica de queijos Kezsky syrzavod, disse que a direção decidiu construir uma nova sala de máquinas, usando a tecnologia mais recente e avançada.  “Decidimos criar um carro-chefe da eficiência energética para todo o grupo KOMOS”, disse ele. “Queríamos que fosse um exemplo para os outros”. Andrey explicou que, após uma análise de mercado, a GEA surgiu como sendo a única empresa com foco na eficiência energética e este foi o fator decisivo na escolha da tecnologia GEA.

Andrey Leonidovich Matveev, mecânico-chefe da fábrica de queijo Kezsky Syrzavod

Confiamos a implementação do nosso sonho aos engenheiros da GEA, para que eles pudessem criar uma solução única para que passássemos a ser os primeiros na Rússia”.- Andrey Leonidovich Matveev, mecânico-chefe da fábrica de queijo Kezsky syrzavod

Eficiência e familiaridade com os compressores alternativos GEA

A empresa optou por usar os compressores alternativos da série GEA Grasso V 1800 e V 1100. “Os compressores alternativos usam menos eletricidade e podemos facilmente se manter por si mesmos”, disse Andrey.  “O bloco de cilindros não precisa ser resfriado com água e o consumo de óleo é muito pequeno, mesmo sem o uso de separadores de óleo.  Esse é um recurso muito bom”. Além disso, Andrey disse que o sistema pode resfriar água gelada sem compressores no inverno, o que também ajuda a reduzir o consumo de energia.

Uma joia da eficiência energética na Rússia rural

“A unidade de compressor alternativo da GEA tem um design simples e compreensível”, disse ele, explicando que não há uso de peças redundantes: o compressor tem apenas dois tubos conectados a ele - sucção e pressurização. Andrey também afirmou que era importante para ele que nem a camisa do bloco de cilindros, nem o óleo, precisassem ser resfriados com água, pois o excesso de calor é extraído através da parede de aço do compressor. “A perda de óleo, mesmo sem usar separadores de óleo sob temperatura máxima de condensação, é impressionante porque é inferior a 11,2 ppm. Em outras palavras, extrair completamente o óleo da caixa do compressor Grasso V 1800 demora 18 horas por dia durante 55 dias quando operando com 100% de capacidade. Esta é uma característica muito boa”.

O carro-chefe de todo o Grupo KOMOS

Uma joia da eficiência energética na Rússia rural

O projeto foi um sucesso. O consumo de energia elétrica caiu 59%, o que se traduz em uma economia na ordem de € 130.000 por ano apenas em energia, mesmo com os atuais preços baixos da eletricidade na Rússia. Além de reduzir o consumo de energia, a utilização de condensadores de ar tem reduzido o consumo de água, que era um dos principais objetivos do projeto. Foi possível conseguir ainda mais economia com a redução dos custos de manutenção e mão de obra. A GEA continua trabalhando com a empresa por meio de um contrato de serviço de longo prazo.

Andrey confiou na GEA para o projeto devido à sua ampla experiência como especialista global em refrigeração industrial. O tempo mostrou que essa foi a decisão certa. “Foi a solução da GEA que tornou possível combinar um hardware fantástico com algoritmos de software incomuns”, disse ele. “O sistema reage a quaisquer mudanças nas condições externas com a precisão de até um grau. A direção gostou muito do resultado e, a partir de agora, o Grupo KOMOS considera nossas salas de compressores um padrão para os novos projetos”.

O que o projeto da GEA ofereceu em resumo

  • Unidade de compressor de estágio único com base no compressor alternativo Grasso V 1800 x 2
  • Unidade de compressor de estágio único com base no compressor alternativo Grasso V 1100 x 1
  • Condensador de resfriamento de ar x 4 
  • Unidade lamelar de recuperação de calor para sala de caldeira x 1
  • Receptor de circulação x 1
  • Evaporador de placa x2
  • Bomba de circulação do evaporador x 3
  • Bomba de circulação de água "gelada" para o consumidor x 3
  • Cárter de óleo (com aquecimento) x 1
  • Receptor de drenagem x 1
  • Blindagem de corrente de potência combinada e controle
  • Conjunto de acessórios e instrumentação
  • Separador automático para contaminantes sem condensação x 1
Voltar