Pegando a estrada mais enxuta para excelência

Como a melhoria contínua está colocando a GEA no caminho para a excelência e diminuindo o desperdício.

Uwe Möller é um homem com uma missão. Como Diretor de ideias e Gestão de Melhorias / Gestão de Fabricação Enxuta ele está dirigindo GEA no caminho da melhoria contínua.

"Gerenciamento de ideias" é uma ferramenta de liderança e aprendizagem que complementa – em vez de competir com - outros métodos sistemas de uma empresa, criando uma base adicional para o sucesso corporativo. "Enxuto" significa envolver todos os funcionários na identificação sistemática e eliminação de todas as atividades que não agregam valor ao cliente.

“Valor agregado é o que o cliente quer pagar por – atividades que melhoram um produto ou serviço”, explica Uwe. “O desperdício abrange todas as atividades para as quais o cliente não quer pagar, em outras palavras, não há aumento no valor para a matéria-prima, produto ou serviço”.

Ele acredita que o segredo está no gerenciamento do relacionamento. “É fundamental ouvir os colegas e a gerência, bem como se relacionar de modo eficiente com as diversas pessoas – e motivá-las” afirma Uwe. “Sem criar o entusiasmo, não tem como alcançar a excelência”.

Uwe começou a trabalhar na GEA em 1985, no Departamento de RH. Desde 2008, ele vem promovendo i²m, o sistema de gerenciamento de ideias e melhoria da empresa, que ele acredita ter uma função essencial no processo de melhoria contínua. Em 2012 ele aumentou as suas credenciais obtendo o black belt em kaizen e fabricação enxuta.

Kaizen - Lean - Six Sigma

Kaizen significa melhoria contínua em Japonês e, junto com Lean Six Sigma, oferece um conjunto de ferramentas e técnicas para melhoria de processo. O gerenciamento enxuto foca na remoção das etapas de processo que levaram a falta de valores agregados. Six-Sigma elimina as variações e desvios nas etapas restantes de processo de valor agregado. 

“Lean garante que você esteja fazendo o que é correto e Six-Sigma confirma que está fazendo isso do modo correto, desde a primeira vez”, diz Uwe. “Lean tem a ver com ensinar as pessoas a procurarem e refletirem sobre o desperdício. Em seguida, ao observarem o desperdício, elas podem raciocinar - e encontrar melhores maneiras de trabalhar com eficiência”.   

“O segredo é ter ideias melhores continuamente (i²m) e maneiras mais criativas de solucionar problemas. Isso não significa reduzir drasticamente os recursos - é o contrário. Está relacionado à inovação, criatividade, eficiência e incentivo de todos para a resolução de problemas”.

A abordagem enxuta podem envolver frequentemente soluções simples, como colocar prateleiras e gavetas em carros de manutenção para transportar ferramentas. “Imagine que os nossos técnicos gastem, pelo menos, uma hora por dia procurando a ferramenta correta”, diz Uwe. “Isso significa cinco horas por semana, 230 horas por ano. Multiplique isso pelo número de engenheiros de serviço, totalizando uma grande quantidade de tempo e dinheiro sem valor agregado.”

Uwe trabalha com os colegas de melhoria contínua em outros departamentos da GEA em todo o mundo, compartilhando boas ideias e desenvolvendo padrões Lean Six Sigma comuns. Ele também se qualificou ao Lean Six Sigma Master Black Belt que acrescenta novas ferramentas às capacidades do black belt tradicional.

“Temos somente duas necessidades no mundo Lean, um conjunto de ferramentas e de ideias”, acrescenta Uwe. “O desafio aqui consiste nas ideias - é algo em que precisamos trabalhar".

Ir para cima