Você conhece aquela do inglês, o holandês e o alemão? Não, não é uma piada! Ao contrário, Stuart Barnacle, Ben Kop e Dieter Gundt, formam a equipe de suporte de aplicações da GEA para máquinas e aplicações de processamento de carne em todo o mundo - incluindo o CookStar da GEA. Eles aperfeiçoaram a arte de fundir teoria e prática e ajudaram inúmeros processadores de alimentos em todos os cantos do mundo a extrair o melhor de suas máquinas GEA.

A equipe

Stuart, o inglês do trio, é graduado em Ciência de alimentos e, na verdade, foi o primeiro a conhecer o CookStar num cliente em 1995. Ele se juntou à GEA alguns anos depois, por isso deve ter causado uma boa impressão. O holandês Ben tem mestrado em Tecnologia de Alimentos e ingressou na empresa há 12 anos. E fica faltando o Dieter (não fotografado), que está há 22 anos na GEA, e possui graduação universitária que abrange Química, processamento de carne, Tecnologia de Alimentos e embalagens.Nossa equipe completa de Técnicos de Alimentos e Aplicações é muito maior do que Stuart, Ben e Dieter (que estava ajudando um cliente no dia em que a foto foi tirada.A equipe completa inclui Angela van Bakel, Ben Kuhne, Tim Pessers e Jack Gielen. Martin Verhoeven, Hans van Schijndel e Eamon Brady.

“Eu gosto de mostrar muito do que acontece. Eu explico porque acontece, o que isso significa para o produto. "Impacto" é muito mais do que apenas uma palavra".— Ben Kop - Especialista em Aplicações na GEA

O desafio

Dieter resume a conhecida confiabilidade do CookStar em três palavras: “Funcionando sem parar”. Ele acrescenta: "Você tem que fazer algo realmente estúpido para quebrá-lo". Para apoiar isso, Ben enfatiza: “Alguns dos primeiros modelos de P & D de 400 mm chegaram aos clientes, e o primeiro ainda está funcionando na Noruega. E há alguns anos, reformamos um deles e o vendemos quase imediatamente”.

Stuart também sabe onde a primeira máquina de 1000 mm do Reino Unido ainda está trabalhando de forma confiável. Mas a confiabilidade é apenas um aspecto da filosofia "Masters of Cooking". Os outros são desempenho e paixão. É aí que realmente entra Stuart, Ben e Dieter.

“Nós mostramos que o CookStar é imbatível no mundo. Eu garanto isso”.— Stuart Barnacle - Especialista em aplicações na GEA

O desempenho certo

Cada um deles tem uma abordagem diferente. Ben diz: “Eu gosto de mostrar muito do que acontece. Eu explico porque acontece, o que isso significa para o produto. "Impacto" é muito mais do que apenas uma palavra”. Dieter é muito prático. Ele diz: "Estou sempre curioso. Posso cozinhar isso? Posso melhorar a produtividade? E a resposta é sempre sim”. Stuart acredita: "No fim, tudo tem a ver com a física". Mas em vez de deslumbrar sua audiência com a ciência, ele usa exemplos familiares como sauna e comida caseira para explicar a tecnologia em termos cotidianos. “Nós representamos o ponto onde a ciência encontra a tecnologia e, em seguida, oferecemos resultados que geralmente excedem as expectativas dos nossos clientes”.

É essa combinação de habilidades, experiências, educação e backgrounds que tornam a equipe única. "Juntos somos imbatíveis", diz Ben. Eles estão envolvidos no ciclo contínuo de melhoramento e em ajudar os clientes a ampliar os limites do desempenho. Dieter firma novamente: “Temos feito isso com sucesso há muitos anos. Bastam cinco segundos para gritar que você é o melhor. Demora muito mais para provar isso”. É por isso que organizamos os seminários de master class. 

Stuart finaliza: “Nós mostramos que o CookStar é imbatível no mundo. Eu garanto.

25 anos de inovação com o CookStar da GEA

Com a introdução do primeiro forno espiral de 2 zonas do mundo em 1992, o CookStar da GEA começou a estabelecer novos padrões para cocção industrial. Evoluindo ao longo do tempo do conceito mundial de apenas cozimento de três fases para um forno espiral duplo, ele ainda é líder em termos de inovação, desempenho e confiabilidade. Já por 25 anos e contando