Produção de MUPS (Sistema de Pellet de Unidade Múltipla)

MUPS é uma forma de dosagem de sólidos farmacêuticos multiparticulados produzidos pela compressão de uma mistura de pellets contendo medicamento e excipientes em pó. Os pellets têm núcleo esférico que contém ou é revestido com o ingrediente ativo, além de uma ou mais camadas protetoras (polímeros de celulose e acrílico) para controlar a liberação do medicamento.

A tecnologia MUPS tem sido usada pela indústria farmacêutica como uma alternativa aos tabletes convencionais de liberação imediata ou modificada. Ao oferecer maior biodisponibilidade e propriedades farmacológicas aprimoradas, incluindo liberação prolongada, os pellets de revestimento entérico com medicamentos diferentes e, subsequentemente, colocados em tablete, podem ser usados para proteger o ingrediente farmacêutico ativo contra o meio gástrico. Comprimir os pellets reduz o tempo de permanência no esôfago, em comparação com as cápsulas, e melhora a estabilidade fisicoquímica.

Além do mais, se comparados a outros sistemas de fornecimento, as formulações com MUPS oferecem um risco menor de irritação local e toxicidade, absorção rápida reduzida, flutuações mínimas na concentração plasmática e a capacidade de administrar produtos de alta potência. O comportamento farmacocinético mais reproduzível e a variabilidade intra/entre indivíduos mais baixa, em comparação com as formulações convencionais também foram relatados. Outros benefícios incluem o mascaramento do gosto e a absorção controlada.

Produção e fabricação

As formulações de MUPS podem ser processadas por extrusão – esferonização, peletização, granulação, secagem por spray, congelamento, mas são normalmente preparadas por mistura a seco dos pellets e excipientes em um misturador tipo bin e descarregadas em um tambor ou IBC. O IBC é, em seguida transportado a uma área de armazenamento ou imediatamente transferido para uma sala de compressão. 

Produzir tabletes MUPS usando a mistura por bin convencional para alimentar uma prensa de tablete é considerado por vários fabricantes farmacêuticos um desafio significativo em relação à produtividade e uniformidade do conteúdo em lote. Como resultado, para aumentar o rendimento do processo e a dosagem contínua inovadora, o sistema de mistura e compreensão foi desenvolvido pela GEA, eliminando essas ineficiências de produção e riscos de qualidade do produto. A segregação é bastante minimizada e o monitoramento de processo online detecta tabletes fora da especificação (OOS).

O sistema de dosagem-mistura-compressão está agora disponível nas instalações de teste da GEA em Halle, Bélgica, para testes de produto para o consumidor.