Fabricação de dosagens efervescentes

Os tabletes efervescentes são uma forma de dosagem sólida oral, oferecendo algumas vantagens exclusivas quando comparados aos tabletes simples. Entretanto, o processo de fabricação envolve algumas etapas críticas que precisam ser abordadas cuidadosamente durante a formulação e o projeto de fábrica.

;

As formas de dosagem oral ainda consistem no modo mais popular de se tomar medicação, apesar de ter algumas desvantagens, se comparadas aos outros métodos. Uma dessas desvantagens é o risco de absorção lenta do ingrediente farmacêutico ativo (API), que pode ser superado por administrar o medicamento em forma líquida e, portanto, possivelmente permitindo o uso de uma dosagem menor. Entretanto, como muitos APIs mostram somente um nível de estabilidade limitado na forma líquida, os tabletes efervescentes, que são dissolvidos em água antes da administração, têm sido formulados como uma forma de dosagem alternativa.

As vantagens dos tabletes efervescentes, se comparados com outras formas de dosagem oral, inclui uma oportunidade para os manipuladores da fórmula melhorarem o sabor, método de administração menos agressivo e apelo do consumidor associado a tomar um tablete efervescente. As desvantagens das formas de dosagem efervescentes são a necessidade de tabletes maiores, um processo de produção complexo e, muito frequentemente, a necessidade de materiais de embalagem especializados.

Fundamentos dos efervescentes

Os efervescentes consistem em um ácido orgânico solúvel e um sal carbonato de metal alcalino, sendo que um deles é frequentemente o ingrediente farmacêutico ativo (API). Dióxido de carbono é formado se essa mistura entrar em contato com a água. A produção de tabletes efervescentes requer um processo de fabricação em forma de dosagem sólida oral convencional que foi adaptado para incluir recursos adicionais, devido às características exclusivas do produto.

A solução da GEA

De sistemas de manipulação de material contido, incluindo o uso de recipientes a granel intermediário (IBCs), estações de acoplamento, tecnologia de válvula dividida e infraestruturas de ventilação especializadas, até a granulação e a secagem, a GEA oferece uma gama de plantas e componentes inovadores, personalizados e padrão para processar materiais higroscópicos. Especialistas em métodos de secagem, como fluidização agregativa, compressão direta e compactação por cilindro, também fornecemos um equipamento de granulação/secagem por spray de leito de fluido e single pot e úmido, além de misturadores para a produção de medicamentos vendidos sem receita, nutracêuticos e tabletes efervescentes farmacêuticos.

Além do mais, a gama da GEA de prensas de tablete giratórias farmacêuticas e industriais oferece várias opções para a produção de tabletes grandes, incluindo a fabricação contínua em ambientes de baixa umidade elinhas de embalagem hermética a gás para serem fornecidas sob demanda.