Soluções de processo de enxaguante bucal

Definido como um líquido usado para lavar a boca ou fazer gargarejo, os enxaguantes bucais são soluções aquosas formuladas para refrescar o hálito e remover partículas de alimentos e placas dos dentes. Usado frequentemente após a escovação dos dentes, eles podem fazer parte de uma rotina diária de higiene bucal refrescante. As variedades antissépticas e anticáries podem reduzir as bactérias responsáveis pela gengivite, mau hálito e deterioração dentária, agindo como um desodorante bucal e até ajudar a clarear os dentes.

Mistura, combinação e componentes de fluxo de líquido

Os enxaguantes bucais normalmente incluem diluentes, agentes antibacterianos, sabões, aromatizantes e corantes. O ingrediente fundamental na maioria dos enxaguantes bucais é a água, um diluente, compõe mais de 50% da fórmula. A água é deionizada para remover várias partículas e íons que podem prejudicar o sabor final. O álcool também pode ser usado como diluente (até 20% da fórmula). 

Vários agentes antibacterianos têm sido usados em fórmulas de enxaguantes bucais. Eles incluem ingredientes como timol, hexaclorofeno, óleos essenciais em baixas concentrações, timol clorado e compostos de quaternário de amônia. Os antissépticos fenólicos têm efeitos antibacterianos e um sabor agradável; o timol, obtido de óleos voláteis, é usado em baixas concentrações e junto com outros ingredientes; o hexaclorofeno tem ação na membrana mucosa, o que o torna ideal para fórmulas de longa duração. Os compostos quaternários são frequentemente usados devido à sua natureza atóxica e não irritante e à eficácia contra placas.

A cor e o sabor são adicionados às fórmulas para melhorar a aceitação do consumidor e algumas fórmulas também incluem um detergente sintético para proporcionar mais espuma e uma melhor ação de limpeza.

As tecnologias da Gea, de mistura e blending, padrão e personalizáveis, os componentes de fluxo para manuseio de líquido — bombas, válvulas e sistemas de recuperação de produto — e soluções de limpeza local (CIP), são componentes chaves para a produção de enxaguantes bucais. 

O design higiênico é centro do conceito de engenharia da GEA. Ele é levado em consideração desde o início da fase de design de cada projeto e cuidadosamente seguido em toda a execução e instalação do projeto. Além disso, todo componente de uma linha de processamento para cuidados de higiene da GEA é projetado para atender aos padrões sanitários mais rigorosos, garantindo a operação segura e qualidade confiável do produto.