Congelamento por choque para fruta sensível

Pãezinhos, bolos, ou bolos de nata para agradável café da manhã – os consumidores estão ansiosos para adquirir os produtos de padaria congelados. O motivo: acessibilidade rápida e facilidade de preparação. Uma vez que esses produtos contêm pequenas quantidades de água congelada, eles descongelam rapidamente e permitem que o consumidor brilhe mesmo quando os hóspedes chegam inesperadamente. Além disso, a massa crua para a preparação individual é bem aceita, até mesmo pelos especialistas em comida: a massa folhada, por exemplo. Para boa qualidade aqui são necessários freezers de alto desempenho. Eles congelam rapidamente não somente na superfície do produto, mas também seu núcleo – o que garante uma fina estrutura cristalina que permite que os produtos de panificação descongelem na forma perfeita.

Custo-benefício, congelamento de choque, sem congelamento criogênico.

Cake

Na produção de bolos e tortas, a fruta muitas vezes desempenha um papel fundamental. Para elas aprimorarem realmente o sabor dos produtos de panificação, elas devem estar maduras e aromáticas, mas mastigáveis e atraentes ao mesmo tempo. A tecnologia de freezer avançada preserva os frutos doces em um grau perfeito de comestibilidade.

No projeto de engenharia nas fábricas de freezer da GEA, as delícias culinárias não são, naturalmente, o único fator-chave, nós certamente, observamos rigorosamente todas as normas pertinentes que envolvem a higiene alimentar. Além disso, nossos freezers garantem a qualidade IQF = "individually quick frozen" (Congelamento rápido individual),para que seus funcionários da padaria possam contar com produtos alimentares a granel de primeira classe.

Esta solução desenvolvida por nós oferece uma enorme economia de energia com relação aos sistemas criogênicos convencionais. Produtos sensíveis como as framboesas são pré-congelados em um freezer (túnel) impingement (direcionamento de ar) e depois, finalmente, congelados no freezer túnel. Em seguida ocorre o congelamento por choque graduado sob alta pressão com bicos de ar localizados acima e abaixo, para garantir alto grau de troca de calor. A esteira transportadora não se move durante essas etapas. Este procedimento produz somente pequenos cristais de gelo. Como resultado, a estrutura celular do fruto permanece amplamente intata durante o descongelamento, para que a fruta, apesar estrutura delicada e do elevado teor de água, não perca sua forma e pode servir, por exemplo, como a fruição ótica da coroação sobre uma torta de creme.