Tecnologia de Envase para uma Longa Vida-de-Prateleira.

A tecnologia de envase asséptico da GEA assegura uma longa vida-de-prateleira ao leite UHT e a bebidas à base de leite envasadas em garrafa PET e PEAD com esterilidade comercial repetível e oferece controle completo do processo de esterilização.

A esterilidade comercial preconiza que a carga microbiana no interior da embalagem tenha sido reduzida de forma otimizada para estender a vida-de-prateleira do produto final e garantir sua estabilidade na prateleira. Tanto para produtos ácidos (pH ≤4,5) quanto para produtos com baixo acidez (pH > 4,5), o processamento asséptico é a forma mais econômica para atingir esterilidade comercial e manter a qualidade do produto.
 
A GEA, um fornecedor líder de mercado em soluções de envase de bebidas com 22 anos de experiência no envase asséptico, oferece tecnologia asséptica para o mercado de produtos lácteos fluidos confiável, segura e projetada para operação em ambiente limpo. A GEA desenvolveu tecnologias de ponta de envase a frio, validadas pelo FDA, para bebidas sensíveis em recipientes PET e PEAD.
 
As avançadas soluções de esterilização de garrafas da GEA permitem flexibilidade total e incluem a ECOSpin Zero para linhas de alta velocidade e a Modulbloc para as linhas de baixa/média velocidade, ambas utilizam esterilização úmida com ácido peracético. A GEA também fornece a esterilização à seco pré-formada com H2O2 com envase por sopro asséptico (ABF), a primeira máquina de sopro asséptico rotativa do mundo integrada com uma enchedora e capsulador e a tecnologia de esterilização seca das garrafas como H2O2 com Whitebloc.
 
Além disso, os blocos da envasadora asséptica podem ser equipados com a válvula de envase da série FX para produtos que contêm ou não polpas e fibras. A máquina dosadora asséptica PX pode ser combinada com uma envasadora asséptica para produtos sem gás com pedaços de frutas e/ou de cereais até 10 mm3. As soluções de evase asséptico a frio da GEA são adequadas para bebidas à base de leite, leite UHT/leite de soja e produtos nutracêuticos.
 
Um aspecto crucial da tecnologia de envase asséptico da GEA é o isolador microbiológico Classe 100, que mantém a área estéril separada, garante a esterilidade do produto final e reduz o risco a um nível mínimo, permitindo ciclos de produção de até 165 horas sem CIP/SIP intermediário.  O isolador microbiológico, introduzido pela primeira vez em 1995 pela GEA e agora um padrão da indústria para tecnologia asséptica, proporciona uma barreira física entre o ambiente externo e a área controlada onde as operações de envase e de capsulamento assépticas são realizadas.
 
Atendendo as demandas crescentes da indústria, a tecnologia de envase a GEA também oferece soluções higiênicas de envase para os produtos de vida-de-prateleira estendida, conhecidos pela sigla em inglês ESL (Extended Shelf Life) e o leite fresco adequados para distribuição pela cadeia do frio.