Econômica, Segura e Totalmente Automática

A habilidade da GEA em processar creme de leite em manteiga ou gordura anidra de leite (AMF)criou novas oportunidades de marketing para a indústria de laticínios.

O butter oil têm muitos usos, desde a recombinação de leite e produtos lácteos até ao uso para fritura e como matéria-prima para produtos de panificação e sorvetes. Como a população mundial continua aumentando, o butter oil está se tornando um gênero alimentício estrategicamente importante.
 
Muitos anos de experiência no design de centrífugas e decanteres, bem como uma grande experiência e conhecimento técnico, são as respostas de nossa inovação. A GEA fornece linhas de processo e instalações de butter oil com capacidade de até 18.000 kg/h. Dependendo dos requisitos específicos do cliente, o processo pode ser feito contínuo ou feito em batelada.
 
O butter oil é obtido através da remoção quase completa da água e do extrato seco sem gordura do creme obtido durante o desnate do leite cru. Líquido a 42 °C, o butter oil é definido pelo Codex Alimentarius como AMF (gordura anidra do leite) com um teor de gordura de pelo menos 99,8%.
 
A inversão de fase da emulsão óleo em água e a separação dos componentes não gordurosos do leite são os principais obejtivos do processo de butter oil. Através do uso de energia mecânica, há o rompimento das membranas dos glóbulos de gordura. Pode se utilizar um homogeinizador para a liberação da gordura resultando na inversão de fase. No entanto, um processo de duas etapas é necessário para separar as fases do óleo e do serum.
 
Centrífugas autolimpante e de alto desempenho são normalmente utilizadas para o processo. No entanto, a fase de emulsão intermediária pode interferir no processo de separação; isso só pode ser tratado com características especiais de design e gerenciamento otimizado do processo.
 
Creme com um teor de gordura de cerca de 40% é alimentado no sistema e aquecido a uma temperatura de 55 a 60 °C em um trocador de calor a placas. Esta temperatura é necessária para garantir que a viscosidade do creme que vai ser concentrado através de uma centrífuga seja baixa, e ao mesmo tempo, para garantir uma diferença de densidade considerável entre o creme e o leite desnatado O creme é então concentrado até 75% de gordura e é bombeado para a unidade de inversão da fase. O leitelho é descartado pela centrífuga e é armazenado, o creme com alto teor de gordura tem sua fase invertida através de um homogeinizador de alta pressão.
 
No concentrador de óleo, a emulsão e o β-serum são separados e a fase pesada (β-serum)é alimentada à etapa de concentração de creme. O óleo da fase leve da concentradora de óleo possui 99,5% de concentração e é aquecido de 90 - 95°C e em seguida lavado em uma polidora onde a umidade residual evapora. O butter oil obtido tem um teor de óleo de pelo menos 99,8% nesta etapa e atende aos mais altos padrões de qualidade.
 
A GEA fornece o sistema completo com produções entre 500 e 18.000 kg/h. Uma versão para separação de α-serum β-serum também está disponível, resultando em um maior valor agregado nos subprodutos.