Limpeza de Gás para Indústria Química

Solução econômica GEA para o controle de emissões na indústria química

Nossas plantas de limpeza de gás são projetadas sob medida e otimizadas para eficiência de limpeza e rentabilidade.

cleaning-chemical-industry

A tecnologia da GEA tem sido comprovada em inúmeras aplicações para controle de emissões:

  • Remoção de NOx e amônia (NH3)
  • Remoção de compostos sulfúricos (SO2, SO3, H2S)
  • Absorção de halogênios (F2, Cl2, Br2, I2) e haletos de hidrogênio (HF, HCl, HBr, HI)
  • Redução de álcoois de baixo peso molecular, ácidos carboxílicos e aminas e outros poluentes atmosféricos perigosos (HAPs)

Instalações de depuração de gases por tecnologia de processamento e ambiental

Somos especializados em depuradores a jato e venturi que são usados com uma alta taxa de sucesso para limpeza e desempoeiramento do ar de escape, absorvendo substâncias gasosas nocivas, separando aerossóis e gases de resfriamento.

Nossa oferta geralmente inclui combinações de dispositivos de controle de emissão, dependendo da aplicação. 

Os purificadores a jato são únicos entre os depuradores de gases. Eles funcionam com o princípio da injeção e são os únicos depuradores que produzem aumento em vez de perda de pressão no fluxo de gás. Assim, quando se utiliza um depurador a jato, geralmente não há necessidade de um ventilador mecânico para extrair e transportar os gases. 

Pacotes adicionais ou bandejas são instalados no separador do depurador como colunas de contra-fluxo para limpeza fina. Dependendo da aplicação especial, os depuradores a jato também podem ser projetados com vários efeitos ou combinados com purificadores Venturi ou separadores de aerossol.

Os depuradores a jato são particularmente adequados para uso com misturas explosivas de gases e gases fortemente carregados de poeira e altamente corrosivos. Eles podem ser convenientemente instalados em plantas existentes em uma data posterior. 

Unidades de depuração compactas e depuradores de emergência

Desenvolvemos depuradores de gases em design compacto para quantidades de gás de até 2.000 m³/h. Eles são frequentemente usados​em laboratórios químicos durante os testes, na produção, no enchimento, na drenagem e na limpeza do equipamento sempre que tiverem que ser extraídos fluxos muito pequenos de ar de escape.

No caso de algum acidente causado por vazamentos de cloro ou outras substâncias tóxicas a partir dos recipientes de armazenamento, ou plantas de dosagem, a GEA desenvolveu unidades de emergência compactas, que operam de acordo com o princípio dos depuradores a jato. 

As unidades de lavagem a jato são perfeitamente adequadas para a depuração do ar de exaustão para processos com reação química, edifícios de produção, desaeração de container e esvaziamento de cisterna.

Calcinação de dióxido de titânio

O dióxido de titânio é produzido através de dois processos: o processamento de cloreto e o processamento de sulfato e ambos geram emissões diferentes, mas significativas, relacionadas com o processamento. 

A GEA oferece a remoção de poeira e névoa de ácido sulfúrico usando depuradores Venturi e precipitadores eletrostáticos úmidos.

Estações de recuperação de ácido sulfúrico

A GEA oferece a remoção de névoa de ácido sulfúrico usando precipitadores eletrostáticos úmidos e sistemas de lavagem e resfriamento