Cristalização a frio para produtos químicos de especialidade

O processo de cristalização a frio da GEA é a chave para a produção de produtos químicos de alta pureza

Alta pureza em uma única etapa

Acetonitrile

A indústria química está muito preocupada com a separação e a purificação dos compostos químicos. As impurezas geralmente representam produtos rejeitados e causam variações indesejáveis na qualidade do produto final. As impurezas específicas podem danificar os catalisadores e levar à insuficiência de processos à jusante.

A destilação é o padrão da indústria para a maioria das separações químicas. Ela amadureceu como uma operação unitária confiável, que é amplamente utilizada quando as condições permitem o contato das fases líquido e vapor multi-componente. A cristalização a frio é uma alternativa econômica e eficiente. Ela é tipicamente usada nas aplicações de purificação onde a destilação se torna difícil:

- Isômeros com pontos de ebulição próximos
- Sistemas azeotrópicos
- Substâncias sensíveis à temperatura
- Componentes que tendem a polimerizar
- Substâncias explosivas

O sistema eutético simples pode formar cristais puros de um produto. Esta elevada seletividade não é possível com qualquer outra técnica de separação. O processo de cristalização é aplicável não somente nas unidades novas, mas ideais para melhorar a capacidade e pureza dos processos de concentração existentes, como a destilação ou adsorção. As pequenas mudanças nas unidades existentes podem aumentar significativamente a produção por reduzir a exigência de pureza do produto de um processo existente. O processo híbrido completa a purificação final utilizando o nosso próprio processo de cristalização. Para tais projetos de desgargalamento, a GEA é o seu parceiro para:

-Aumento de produção, recuperação e pureza do produto
- Conversão de batelada para operação contínua
- Revisão da unidade e análise de viabilidade
- Separação sólido-líquido nas unidades de cristalização existentes