Ejetores para colunas de destilação de vácuo em refinarias de petróleo

A aplicação mais comum de ejetores de vapor multi-estágios é na coluna de destilação de uma refinaria de petróleo.

novo-ejetor-design-2

Uma maior fração de óleo bruto após a destilação atmosférica é conduzido para a unidade de destilação a vácuo, que é um dos equipamentos mais produtivos e críticos na refinaria. O vácuo na coluna de destilação é mantido por uma unidade de ejetor de vapor multi-estágio que inclui:

  • ejetor booster (primeiro ejetor ligado à torre de destilação)
  • condensadores principais e unidade de desaeração também com ejetor de vapor, em alguns casos
  • bomba de vácuo de anel líquido.

As bombas de vácuo por ejetor são muitas vezes utilizadas em combinação com bombas de anel líquido para criar vácuo em colunas de destilação de petróleo bruto.

A combinação dos dois tipos de bombas juntamente com os sistemas de controle simples, porém adequados resultam num baixo consumo de água de resfriamento, energia e vapor motriz.

Os condensadores estão posicionados entre as bombas de vácuo por ejetor. Na medida do possível, os vapores extraídos e motriz são condensados reduzindo assim o fluxo com o qual a bomba de anel líquido tem que lidar.

Os ejetores de vácuo da GEA são perfeitamente adequadas para esta aplicação. Elas transportam grandes quantidades de gás, operam de forma suave e necessitam de pouca manutenção. Uma grande variedade de materiais significa que a corrosão pode ser reduzida ou eliminada.