Soluções em Cristalização na indústria de bioquímicos

A Cristalização da solução é alcançada principalmente por evaporação, resfriamento ou reação química. As técnicas de evaporação são geralmente aplicadas quando a solubilidade do soluto é quase independente da temperatura, e a supersaturação é conseguida através da concentração do fluido. A cristalização por resfriamento a vácuo é aplicada quando a solubilidade é extremamente dependente da temperatura. A cristalização por resfriamento à vácuo possui vantagens na medida que não existem superfícies de refrigeração, assim sendo, incrustação não é um problema.

Da cafeína à vitamina C

Coffein Crystals

Por várias décadas, a GEA tem trabalhado ativamente em projeto de plantas e fornecimento de equipamentos para a cristalização de soluções de produtos orgânicos do setor alimentício e farmacêutico, como ácido cítrico, cafeína, ácidos glutâmicos e MSG, lisina, treonina, açúcares especiais e vitamina C. Também fornecemos equipamentos para produção de ácido ketolugônico, ascorbato de sódio, e ketogulonato de sódio. 

A nossa experiência também nos posiciona como um parceiro ideal para o projeto de sistemas de tratamento de águas residuais associados à recuperação de produtos químicos valiosos, como o sulfato de sódio proveniente da produção de vitamina C, ou sulfato como um subproduto, e concentração de vinhaça do processo de fermento de panificação (e bioetanol) com recuperação de potássio. Estas plantas de tratamento de águas residuais usam a tecnologia de cristalização da GEA, junto com as tecnologias relacionadas como os processos de membrana, processos de precipitação por floculante, e tratamento com carvão ativado, para conseguir a qualidade elevada e consistente necessária. 

A GEA opera um moderno centro de pesquisa, que pode avaliar projetos de processos e realizar a engenharia detalhada, para garantir que a instalação em escala industrial seja bem sucedida.